full screen background image

Clubes e FAF entram em acordo sobre taxa de arbitragem e anunciam novidades do AM

79

Reunião definiu itens do regulamento específico e outras situações do campeonato (crédito: Lissandro Windson/FAF)

Na quarta reunião dos seis clubes com a FAF foi aprovado o regulamento especifico e programa de jogos do Campeonato Amazonense da Série A desse ano, que começa na primeira quinzena de março. O conselho arbitral foi realizado com os representantes de Nacional, São Raimundo, Fast Clube, Manaus FC, São Raimundo e Princesa do Solimões com presidente da federação, Dissica Valério Tomaz e outros gestores da entidade, na tarde desta segunda-feira, 16, na sede localizada no centro da cidade.  

Depois do empasse criado em torno da taxa de arbitragem, na qual os clubes desejavam a redução dos valores dos jogos do Estadual, o gestor da federação, disse ao SPORTS MANAUS, que ficou resolvido tudo isso com o representante da Associação dos Árbitros de Futebol Profissional do Amazonas (Asaf), Weden Cardoso.

– Os valores da arbitragem estão mais ou menos resolvidos. Vou conversar com presidente da associação para bater o martelo. Vai haver uma redução nos valores da arbitragem, que deve ficar entre R$ 1.800 ou R$ 1.9000 – comentou Dissica, mas afirmou que outras situações pendentes da arbitragem já foram tratadas por outro órgão do futebol.

– A dívida que os clubes tem com a arbitragem são desde 2014. O presidente da associação diz que tem essa dívida, mas a federação não acompanha isso, pois os clubes já foram acionados junto ao TJD.

Segundo Dissica, a federação está procurando facilitar a situação dos clubes, já que o momento do país afeta a situação financeira, pois sem muitos recursos, a solução é encontrar outros caminhos para diminuir os gastos no campeonato.

Isso é um trabalho que estamos fazendo, a exemplo do que já fizemos na redução, por exemplo, passávamos onde havia jogos no interior para cada Liga 2,5%. A federação abre a mão dos 5% e agora repassa para liga. Por outro lado, nós passamos a ter esse percentual de 2% caso haja superávit, se não houver não tem. O delegado que é sempre de Manaus, agora será o representante do interior ou da Liga ou quem o presidente indicar com a taxa até menor do ano passado – contou.

Nós acreditamos que essas mudanças possam se tornar mais atrativo para os torcedores. Vamos ter alguns adendos, na qual acreditamos sejam motivadores para os clubes, enfim, além das dificuldades que enfrentamos, isso vai fazer com que os jogadores regionais sejam mais valorizados, o que pode resultar que seu colega que estuda e joga futebol, seus amigos de escola possam frequentar, sua família, os amigos do bairro, enfim, tudo isso acreditamos que o campeonato possa ser melhor do que nas edições anteriores.

Além dessas novidades, outras foram articuladas outros pontos e serão colocados em prática para tornar o Estadual mais atrativo, despertar interesse do público em geral, mas principalmente, realizar uma competição bem organizada para alcançar bons resultados ao final do evento.

– Poderá haver o torneio início, nós discutimos hoje (segunda-feira), além disso, nós teremos as finais do campeonato em rodada dupla no jogo final. Outra decisão, é que vamos ter uma empresa que vai cuidar da vendas dos ingressos de todos os clubes. Não haverá mais a impressão de ingressos por jogo. Será por exemplo, como acontece com os grandes clubes do Brasil e como a Seleção Brasileira.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.