SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Adversário do Fast na Copa do Brasil Sub-17, presidente do Andirá-AC diz: “A parte financeira é uma dificuldade”

Na primeira fase, a garotada do Morcegão empatou com a Tuna Luso-PA no tempo normal em 1 a 1, mas venceu nos pênaltis por 4 a 2.

Foto: Manoel Façanha

Em sua primeira participação na Copa do Brasil Sub-17, o Andirá-AC, após a classificação diante da Tuna Luso-PA na cobrança de penalidades, a equipe aguarda a definição da CBF para os jogos contra o Fast Clube-AM, pela segunda fase da competição. Enquanto espera o calendário, a garotada do Morcegão vai se preparando para superar o Tricolor de Aço e seguir na disputa do torneio.

De Rio Branco, o presidente Afonso Alves da Silva, 67, devido às dificuldades financeiras do clube, firmou uma parceria com um empresário local para o time participar da Copa do Brasil.

– Como estou passando por uma dificuldade financeira, conversei com Aden Araújo, empresário de uma rede de supermercados, que sempre presta uma ajuda aos clubes, e passei para ele administrar a equipe na Copa do Brasil. A parte financeira é uma dificuldade, que o clube tem de manter esses meninos no treinamento. Acho que o trabalho está sendo bem feito. A gente espera um resultado bom para passar de fase – explicou ao SPORTS MANAUS.

LEIA MAIS:

De acordo com o dirigente do Morcegão, é muito difícil realizar um trabalho praticamente sozinho, mas mesmo assim, procura driblar todos os obstáculos possíveis para manter o time nas competições.

– Apesar de sermos o único clube que não tem sede, campo e uma diretoria muito reduzida, o trabalho na base em nosso caso se torna mais difícil ainda sem patrocínio. A administração é reduzida, praticamente feita na minha pessoa. Esses três anos tivemos em todas decisões, sem ajuda nenhuma e mesmo assim, fomos campeões – explicou, e lembrou que o time vai aproveitar esse tempo de espera do próximo jogo para se preparar melhor.

– Sim, esse tempo é bom para podermos preparar melhor a equipe. O fato de a equipe ter passado de fase é mais uma vitrine. O trabalho na base está sendo muito procurado, justamente porque nós somos uma referência nesse tipo de trabalho – completou Afonso.

 

 

 

Outras postagens...

Único invicto, Princesa massacra o Clipper por 7 a 0 e retoma à liderança do Amazonense

Paulo Rogério

Princesa vence Sul América e continua invicto no returno do Amazonense

Paulo Rogério

Em sorteio, Fast pega IAPE-MA pela Copa do Brasil Sub-20 e técnico mostra preocupação sobre o jogo

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...