full screen background image

Amazonense conquista quatro medalhas de ouro no Austin Open de Jiu-Jítsu, nos EUA

39

Da redação do SPORTS MANAUS, com informações da Assessoria de Comunicação da Sejel

O atleta amazonense Mateus Lopes, 16, faturou quatro medalhas de ouro pelo Austin Open de Jiu-Jítsu, ao disputar a categoria Juvenil Leve, Absoluto, com e sem quimono. O faixa azul desembarcou nesta terça-feira, dia 08, em Manaus e contou que venceu seis atletas americanos por finalização e aproveitou alguns dias no território americano para realizar intercâmbio esportivo. A competição ocorreu nos dias 22 e 23 de julho e o competidor recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A história do atleta na arte suave começou aos sete anos por incentivo do pai. Segundo o jovem, ver o pai lutando o fez querer também ingressar na modalidade, mas com uma diferença, o menino quis se profissionalizar e tem o objetivo de estar sempre entre os melhores.

– Meu pai sempre praticou o jiu-jítsu por hobby mesmo, e eu, diferente dele, queria competir, queria ganhar medalhas, e desde então eu fui em busca deste sonho e ainda pretendo ir mais longe e ganhar os principais campeonatos do mundo. Quero ser o melhor da minha categoria, representar bem e crescer no esporte – disse Lopes.

Se a intenção de Mateus é se destacar, a trajetória do atleta parece cooperar para o objetivo ser alcançado. Isso porque, o amazonense é campeão brasileiro há dois anos consecutivos (2013-2014), campeão pelo Mundial pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo (CBJJE) por três anos (2012 – 2013 – 2015), o jovem também participou este ano do Pan-Americano, no mês de março, e ficou em 3º lugar, e do Mundial de Jiu-Jítsu em Long Beach, em junho, conquistando também o 3º lugar, ambas as competições aconteceram na Califórnia.

– Nas duas competições deste ano eu não venci, pois apenas o primeiro colocado vence a disputa, a vitória este ano veio apenas no Austin Open e valeu muito a pena. Entretanto, 2017 ainda não acabou e tenho outras missões a cumprir e meu desejo é afinar cada vez mais os treinos para garantir resultado – comentou o atleta.

Com este currículo, o amazonense já tem planos para morar fora do país, tudo para se preparar melhor para as disputas, e se qualificar como profissional. “Eu estou tirando o meu visto de atleta, o que vai fazer com que eu possa ficar por mais tempo nos Estados Unidos, vou morar em San Antônio, no Texas, e já tenho tudo certo por lá. Vou treinar com o mestre brasileiro, Rodrigo Pinheiro, que é um dos ícones do esporte – contou.

De acordo com Mateus, a intenção é passar seis meses nos Estados Unidos e seis meses no Brasil.

– Esse intercâmbio vai aprimorar meus conhecimentos como atleta, me fazer amadurecer como pessoa, além do mais, vou estar praticando outro idioma, então vai ser uma boa experiência. Além disso, a remuneração também conta bastante nessa decisão – finalizou o amazonense.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.