full screen background image

Arrasador, Manaus goleia Macapá por 5 a 2 e assume a liderança do grupo A1 da Série D

156

Com total domínio e absoluto em campo, o Manaus goleou o Macapá por 5 a 2, pela segunda rodada, do Campeonato Brasileiro da Série D. Com resultado, o Gavião do Norte assumiu a liderança do grupo A1, com seis pontos, seguido do Rio Branco-AC, com quatro pontos, depois do empate em casa com Baré-RR em 1 a 1. O jogo foi realizado na tarde deste domingo, 29/4, no Estádio Ismael Benigno, a Colina.

Pela terceira rodada, o Gavião do Norte saiu da capital amazonense para encarar um dos favoritos do grupo, o Rio Branco, que empatou jogando em seus domínios. A partida será realizada no domingo, 6/5, às 18h local, na Arena da Floresta, em Rio Branco. Já o Macapá tem a chance de se recuperar diante do Baré, mas que empatou com time acriano. O jogo será na segunda-feira, 7/5, às 20h local, no Estádio Zerão, no Amapá.

Jogo

Apesar do placar elástico e do bom futebol, o treinador Igor Cearense, disse ao SPORTSMANAUS, que o Manaus não pode vacilar e perder tantas chances dentro de uma partida. Ele alertou sobre isso, mas chamou a atenção do elenco para corrigir os erros para não acontecer no futuro.

Igor Cearense gostou do placar, mas chamou a atenção dos jogadores pelo preciosismo em alguns lances (crédito: Paulo Rogério)

– A Serie D é um campeonato difícil, todos os adversários merecem respeito, mas quando chegarmos ao ataque, temos que definir, para ter um saldo de gols, que é importante. Falei no intervalo, não é porque o jogo está dois ou três a zero que o time vai segurar um pouquinho. O mais importante, é que foi traçado um planejamento, sempre respeitando o adversário, pois temos um grupo muito forte e qualificado. Hoje perdemos alguns atletas que vinham jogando, mas os outros supriram a ausência e foram à altura. Não foco apenas onze titulares, mas o grupo todo – explicou.

Com dois gols na partida, Wander ressaltou a importância do resultado para o Manaus, mas afirmou que os três pontos foram os mais importantes, principalmente em virtude do próximo jogo com Rio Branco, fora de casa.

– O resultado foi importante, nós fizemos um bom trabalho durante a semana para conseguir o objetivo de hoje. Foi um bom jogo, mas o melhor do que marcar os dois gols, são os três pontos. Com certeza, essa goelada é boa para nossa equipe, porque dá uma boa vantagem na competição, mas vamos trabalhar duro e fazer uma boa viagem, porque temos uma partida difícil e pontual dentro da chave, lá no Acre.

Treinador do Macapá disse que assumiu a equipe na semana do jogo e promete dispensas no elenco (credito: Paulo Rogério)

Com poucos dias no comando do Macapá, o técnico Vitor Jaime, mostrou sua preocupação com calendários de jogos, pelo estadual e na Série D. Para ele, tudo foi feito muito em cima da hora, pois não teve muito tempo para organizar o elenco.

– Assumi há menos de uma semana a equipe, não tive tempo de conhecer bem o plantel. Tive que trazer jogadores para ajudar, eles caíram no BID na sexta-feira, não treinaram e chegaram para viajar a Manaus. Agora temos que ter atitude, dentro de casa temos que fazer o resultado. O Manaus tem uma equipe bem montada, organizada e jogando juntos algum tempo. Temos que arrumar a equipe durante os jogos, porque tem partida pelo Estadual e Brasileiro da Série D.

O Manaus começou arrasador e mostrando que vencer era uma obrigação, mas de forma convincente e não deixando nenhuma dúvida sobre o potencial do elenco. Aos quatro minutos, Negueba lança para Panda no ataque, que domina e passa pelo zagueiro para chutar sem perdão, 1 a 0.

O segundo gol do Gavião do Norte não demorou muito. Aos 12 minutos, tiro de canto pela direita, Negueba bate e o zagueiro Paulão de cabeça marca, 2 a 0.

O time amazonense continuava dominando a partida. Em jogada rápida, aos 31 minutos, Nena recebe no meio-campo e toca entre os zagueiros para Cleitinho em velocidade passar pelo zagueiro e tocar no canto esquerdo do goleiro, 3 a 0.

Rossini foi um dos jogadores do Manaus mais marcado pelo adversário (crédito: Paulo Rogério)

Em desvantagem no placar, o Macapá saiu mais ainda para o jogo para tentar diminuir ou sofrer uma grande goleada. Aos 40 minutos, em cobrança de falta, o meia Neto cobra com perfeição para diminui, 3 a 1.

No segundo tempo, o Manaus não mudou seu ritmo de jogo e o panorama foi praticamente o mesmo da etapa anterior. Aos seis minutos, mais uma vez Negueba participa da jogada pela esquerda, tocando para Wander sozinho na pequena área ampliar, 4 a 1.

Com domínio total em campo, o Gavião do Norte tocava a bola para chegar na boa ao ataque, mas em algumas vezes exagerando nos passes preciosos e jogadas individuais. Mesmo sendo pressionado, o Macapá mostrava um certo perigo quando atacava nos contra-ataques.

Aos 21 minutos, o Manaus rouba a bola, Cleitinho toca para Rossini na grande área chutar e o goleiro salvar milagrosamente o gol. Aos 24 minutos, jogada trabalhada pela esquerda com Rossini, que cruzou e Wander de cabeça finalizar, 5 a 1.

Aos 29 minutos, o time amapaense em jogada pela esquerda, Daelson recebe pela esquerda na grande e completa sozinho para diminuir mais ainda, 5 a 2.

Ficha técnica: 

Jogo: Manaus x Macapá

Motivo: Brasileiro da Série D/ 2 rodadas

Horário: 16hnho

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina

Árbitro: João Ennio Sobral (RJ)

Árbitros Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)

Renda: R$ 3.305,00

Público: 213

Manaus: Milton, Igor, Paulão, Deurick (Maceió), Negueba, Jean Carlos (Rafinha), Panda, Cleitinho, Rossini, Nena (Marcelo Nicácio) e Wander. Técnico: Igor Cearense.

Macapá: Deco, Daelson, George, Romário, Gabriel, Marcos, Pompeu (Eduardo), Daniel (Andrew), Neto, Japonês Rato. Técnico: Vítor Jaime.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.