full screen background image

Atleta Vitor Gadelha será o único representante do AM na Maratona Del Golfo Capri, na Itália

73

Da redação do SPORTS MANAUS, com informações da Assessoria de Comunicação da Sejel

De jovem promessa para a consolidação de um futuro brilhante no mundo das competições de águas abertas. Assim pode ser definida rapidamente a carreira do amazonense Vitor Gadelha,19, que depois de um 2016 repleto de conquistas, agora se prepara para um ano ainda mais desafiador. Prova disso, é que no dia 29 de junho ele disputa os 36km da Maratona Del Golfo Capri, em Nápole, na Itália, principal prova do maratonista pela temporada. Para a competição, o atleta recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

– Vai ser minha primeira competição internacional, até então, sou o único brasileiro na disputa. Para mim é muito importante essa competição, minha ida é resultado de um trabalho a longo prazo e está valendo a pena todo esforço. Estou treinando forte, uma média de 60km por semana, com três sessões de academia e mais duas sessões de fisioterapia e ainda tem o acompanhamento nutricional. Tudo isso para conquistar o objetivo de chegar entre os primeiros”, contou o atleta, que será o primeiro amazonense a competir os 36 km da travessia entre Capri e Nápole.

Para não ficar sem ritmo, Vitor ainda vai ter duas disputas em solo brasileiro antes de embarcar para a Itália. Ele enfrenta a Ultramaratona Aquática da Ilha do Mel, no Paraná, dia 22 de abril, com o percurso de 20km, e tambem a Maratona Aquática Amazonas, no dia 30 de abril, que vai ocorrer na praia da Ponta Negra. Ambas vão servir como ‘esquenta’ para o maratonista.

– A disputa no Paraná vai servir de experiência. Ano passado fiz a prova e ganhei na minha categoria, a Júnior, e agora subi de categoria, estou na Master. A nova categoria vai ter um nível bem mais forte e acredito que é possível brigar por um pódio. O fato é que essas competições que antecedem a disputa na Itália me preparam tecnicamente, mas principalmente psicologicamente”, destacou.

 Para Vitor, as provas que testam o máximo de sua resistência significam muito mais que uma satisfação pessoal. Com as braçadas pelo mundo, ele quer incentivar outras pessoas a praticarem maratonas, uma vez que o Amazonas detém potencial hídrico para isso.

– Quero chegar no Grand Prix da Federação Internacional de Natação (FINA), que é o Circuito Mundial, para mostrar que com dedicação tudo é possível. Mas também quero incentivar mais gente a vir para o esporte. Acho importante essa disseminação, pois temos no nosso quintal que é o Rio Negro e ainda contamos com os nossos municípios, que tem um leque de jovens que sabem e tem intimidade com as águas abertas”, afirmou o atleta patrocinado pela ÁguaCrim, academia Morada Fitness, Aquática Amazonas e recebe apoio do treinador Samir Barel, da nutricionista Rafaela Cabral e do fisioterapeuta Francisco Coelho, Thesco.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.