Botafogo perde para a Cabofriense de virada e inicia o Carioca com derrota

139

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do LANCE – Lazlo Dalfovo – Rio de Janeiro (RJ) 

Equipe alvinegra inicia à frente do marcador, com gol de Luiz Fernando, mas vai mal ao longo da partida e sofre a virada na segunda etapa, no Moacyrzão 

Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

A estreia do atual campeão não foi a esperada. Longe disso. Neste domingo, pela primeira rodada do Grupo C da Taça Guanabara, o Botafogo foi a Macaé encarar a Cabofriense e, recheado de garotos, foi derrotado por 3 a 1, de virada. Luiz Fernando abriu o placar, mas Rafael Gladiador, Anderson Rosa e Rincon (este no último lance) deram o triunfo ao time da Região dos Lagos. 

O jogo para o Alvinegro se redimir será já nesta quarta-feira, contra o Bangu, em casa. A Cabofriense, por sua vez, visita o Boavista, no mesmo dia. 

A PRIMEIRA BOLA NA REDE
O início de partida deu sono. As equipes estavam previsíveis e mal acertavam três passes – as condições ruins do gramados contribuíram. Até a primeira parada técnica, quase nada de emoção. Logo em seguida, o Alvinegro conseguiu marcar o seu primeiro gol no ano. Depois de uma cobrança de escanteio, Luiz Fernando, à espreita na entrada da área, emendou um forte chute de primeira: 1 a 0.

GATITO! GATITO! GLADIADOR!
O Botafogo seguiu com menos posse de bola e, em uma das vezes em que 

insistira por dentro, viu a Cabofriense contragolpear com velocidade. Gatito conseguiu salvar em duas oportunidades consecutivas. Mas a cabeça de Rafael Gladiador, no lance seguinte, não teve jeito. Tudo igual.

TRAVE E CENÁRIO PARECIDO
Ao menos o início da etapa final foi empolgante. Com os seus 1,90m de 
altura, Helerson subiu mais do que todos e enfiou uma cabeçada na trave. A esperada pressão em seguida, no entanto, não ocorreu. Mais uma parada técnica veio, e Zé Ricardo aproveitou para pedir mais capricho e participação de Kieza, que, até então, estava apagado. 

AZEDOU PARA O CAMPEÃO
Depois das chamadas, Zé optou por mudar o sistema ofensivo, visando dar um novo gás. Só que o treinador não contava que a Cabofriense, que também havia mudado, conseguisse encaixar um ataque após um buraco na sua defesa. Anderson Simões deixou os mandantes na frente. 

AUMENTOU O PREJUÍZO
A equipe alvinegra tentou, na base do abafa, voltar ao Rio com um ponto. Foi para cima, arriscou de longe, Alex Santana chegou a acertar o travessão, mas o revés foi confirmado, e com o placar aumentado: Rincon aproveitou o último contra-ataque, o vacilo de Helerson e Wenderson e fez o terceiro. 

FICHA TÉCNICA
CABOFRIENSE 3X1 BOTAFOGO
Local: 
Moacyrzão, em Macaé (RJ)

Data/Hora: 20/01/2019, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Auxiliares: Michael Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos do RJ)
Público/renda: 2.159 pagantes e 2.260 presentes/R$ 53.640,00
Cartões amarelos: Roberto Júnior, Manoel e Marcos Vinícius (CAB); Leandro Carvalho (BOT)
Cartões vermelhos: –
Gols: Luiz Fernando, 31’/1ºT (0-1), Rafael Gladiador, 48’/1ºT (1-1), Anderson Rosa, 29’/2ºT (2-1) e Rincon, 49’/2ºT

CABOFRIENSE: George; Watson (Pedro, 38’/2ºT), Brunno Lima, Roberto Júnior e Manoel; Diego Valderrama, Michel (Kaká Mendes, 28’/1ºT), Marcelo Gama Anderson Rosa; Marcus Vinícius e Rafael Gladiador (Rincon, 27’/2ºT).Técnico:Luciano Quadros.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Helerson e Gilson, Wenderson, Alan Santos (Alex Santana, 25’/2ºT) e João Paulo (Rodrigo Aguirre, 34’/2ºT); Leandro Carvalho (Gustavo Ferrareis, 25’/2ºT), Luiz Fernando e Kieza. Técnico: Zé Ricardo. 



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.