full screen background image

Com campanhas opostas, Fast e Nacional fazem o clássico Pai e Filho na semifinal do AM Júnior

152

Uma das semifinais do Campeonato Amazonense Júnior será o clássico, entre Fast Clube e Nacional, o tradicional Pai e Filho, neste sábado, às 17h (18h de Brasília), no Estádio da Colina, zona Oeste da cidade. Será o primeiro jogo da semi, fazendo a partida de fundo de Rio Negro e Princesa do Solimões, às 15h (16h de Brasília). 

Com a melhor campanha no campeonato, terminando a fase classificatória em primeiro lugar com 37 pontos, o Tricolor de Aço é considerado como grande favorito para conquistar o título da temporada. Já o Nacional, garantiu o direito de jogar a semifinal na última rodada, ficando na quarta colocação, com 19 pontos na tabela de classificação.

De acordo com treinador do Fast, Darlan Borges, foram 14 jogos, com 12 vitórias e apenas um empate e uma derrota até agora. Mesmo assim, ele não considera sua equipe favorita, pois num jogo decisivo o adversário pode se superar em campo.

– Não existe favorito, porque é um grande clássico da nossa base, e nessa fase as camisas pesam muita. Estamos trabalhando para manter a performance e, se Deus quiser, conquistar três pontos e sair na frente nessa semifinal – disse e afirmou ao SPORTSMANAUS, que a filosofia do time jogar será a mesma.

– A postura será a mesma como em todo o campeonato, só vamos pensar em vantagem no final do segundo jogo da semifinal, não temos que mudar nossas características de jogo. Vamos para cima e conquistarmos um bom resultado, para nos dar mais tranquilidade na segunda partida

Adversário melhor

Classificando na última rodada da fase classificatória, o Nacional entra em campo sabendo que seu adversário tem o melhor time, a melhor campanha e os números a favor. Segundo o técnico Garanha, que já foi campeão pelo clube no infantil em 2012, o Fast é disparado o grande favorito pela equipe que possui.

– Pela campanha do Fast, com certeza é o favorito, é o melhor time da competição, formado desde a Copa São Paulo desse ano, são jogadores que fizeram uma seleção e jogaram a Copa. Eles são favoritos, mas vamos tentar jogar em cima deles e nesses dois jogos conseguir uma vitória – contou e fez uma análise de como atua o Fast.

– A equipe deles toca bastante a bola, tem um ataque muito veloz, sabemos que eles trabalham muito a posse de bola, além da metidas de bola por dentro. Nossa equipe trabalhou a semana para não dar brecha e ficar com a posse de bola o mais tempo possível.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.