full screen background image

Com casa lotada, Manaus vence Imperatriz-MA, mas perde nos pênaltis e dá adeus ao acesso

177

Parecia tudo perfeito para um dia histórico com estádio lotado, empolgação, confiança, e até o Manaus chegou a fazer 2 a 1, colocando duas bolas na trave, uma com Deurick e outra de Hamilton. No final do jogo, o filme de terror entrou em campo, ou seja, na cobrança de penalidades, o Gavião do Norte pagou pela falta de confiança de alguns jogadores e perdeu para o Imperatriz-MA por 3 a 2.

O sonho do acesso do futebol amazonense ficou mais uma vez pelo caminho, mas para o Cavalo de Aço se tornou uma grande realidade, na segunda participação do clube na competição. O jogo de volta pelas quartas de final, foi realizado na noite deste domingo, 8/7, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste da cidade.

No tempo regulamentar, Nena e Derlan marcaram para o Manaus, levando a definição da vaga para cobrança de penalidades. Na hora de decisão, apenas Jean Carlos e Derlan fizeram, enquanto Panda, Rossini e Negueba perderam a chance. Pelo Cavalo de Aço, anotaram Wanderley, Daniel Barros e André Penalva.

Depois de perder a chance do acesso, o treinador Aderbal Lana confessou ao SPORTSMANAUS sua tristeza de ver tão de perto a vaga, mas aproveitou para relembrar o bom futebol apresentado nas duas partidas.

– Se trabalha em cima do que tem de melhor nos treinamentos, infelizmente no futebol alguém tem que errar e erramos. Nosso futebol precisava muito dessa classificação, fico triste com isso, e ao mesmo tempo alegre pelo dever cumprido de ter ganho o jogo. Esse time tomou duas bolas na trave, sendo duas lá na casa deles outra aqui do Hamilton, enfim, são coisas do futebol. Não se pode falar se é azar ou sorte, mas tem de falar que trabalhamos, procuramos o gol, porém, o Imperatriz é um time que se defendeu muito bem, mesmo assim conseguimos fazer dois gols. Infelizmente, não deu para fazer o terceiro – lamentou.

Com poucos jogos de titular na temporada, o goleiro Milton, entrou no lugar de Jonathan, que saiu sentindo uma contusão no ombro direito. Para ele, houve uma preparação para cobrança de penalidades, mas no final, o time não teve êxito.

– Não tem peso nenhum, porque estou trabalhando no dia a dia, estou preparado para jogar. Graças a Deus tive a chance de entrar, nós treinamos bem, mas os meninos não foram felizes na disputa, mas não vamos baixar a cabeça. O futebol é assim, mas futebol é quem tem competência, eles tiveram mais do que nós e estão de parabéns – lamentou.

Com pouco mais de dois meses no comando do Imperatriz, Marcinho Guerreiro, já passou por outras situações iguais, mas ressaltou a luta pelo acesso jogando fora de seus domínios.

– Agora é só agradecer a Deus por tudo que tem feito na minha vida esse ano. Estava no Moto Clube, onde levei o time para ser campeão maranhense, que estava desacreditado. Hoje, estamos subindo o time para uma Série C. Quero agradecer a diretoria, os jogadores e os torcedores que estão na cidade de Imperatriz muito felizes. Nós sabemos que o Manaus é uma grande equipe, fomos bem recebidos pelos torcedores, mas passou a melhor equipe. Pênalti não é loteria, nem sorte, mas sim muito trabalho e foi o que fizemos.

Jogo

Mal começou o jogo e o Imperatriz aumentou mais ainda sua vantagem. Aos três minutos, Gabriel cobra escanteio pela direita, Maycon toca na bola e sobra para Eloir abrir o marcador, 1 a 0. O Manaus deu o troco na sequência, aos seis minutos. Tiro de canto pela direita, Maceió cobra na grande área e Nena de cabeça empatou, 1 a 1.

Aos 12 minutos, o Gavião do Norte quase marcou o segundo gol. Pela direita Derlan cruza no segundo pau e Nena sobe para cabecear, o goleiro defendeu e quase a bola entrou. Dois minutos depois, Amaral cobra falta pela direita, Deurick de cabeça tocou e a bola bateu no travessão e não entrou.

O Manaus continuava em cima do Imperatriz em busca do segundo gol, mas o adversário sem nenhuma vergonha praticava o anti-jogo e simulava falta que não acontecia.

Aos 33 minutos, o Manaus quase chegou ao segundo gol. Negueba recebe pela meia esquerda passa pelo jogador e chuta forte, mas o goleiro toca para escanteio. Com pressão total, o time amazonense continuava no ataque, mas o Imperatriz era perigoso no contra-ataque. Pela esquerda, Kaká driblar seu marcador e quase marcou.

Na sequência, Negueba cobra lateral pela direita na grande área, Nena toca de cabeça de costas e quase a bola entrou, passando perto da linha de gol.

Para o segundo tempo, o técnico Aderbal Lana promoveu a entrada de Panda e Jean Carlos, na tentativa de mudar o placar. Aos sete minutos, o goleiro Jonathan teve que sair por contusão, depois de ter sofrido criminosamente a famosa “cama de gato”, que culminou em sua contusão.

Aos 21 minutos, pela direta Rossini cruza na diagonal para Nena que toca de cabeça, o goleiro defendeu e na sobra sem ângulo Derlan chutou sem ângulo para virar, 2 a 1. Aos 35 minutos, pela direita Negueba cobra falta de pé trocado e Hamilton de cabeça na pequena área tocou e a bola bateu no travessão.

Aos 39 moinhos, o Manaus quase chegou ao segundo gol, depois do chute de Panda, o goleiro defendeu e no rebote Hamilton chutou e o goleiro evitou o gol.

Ficha técnica:

Jogo: Manaus x Imperatriz-MAn

Motivo: Campeonato Brasileiro da Serie D / Quartas de final / Jogo de volta

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina

Horário: 17h

Renda:

Público pagante:

Árbitro:

Árbitros Assistentes:

Manaus:  Jonathan (Milton), Derlan, Paulão, Deurick,Negueba, Maceió (Panda), Juninho (Jean Carlos), Amaral, Rossini, Nena e Hamilton Técnico: Aderbal Lana

Imperatriz-MA: Jean, Gabriel, André Penalva, Maycon, Renan, Cloves, Kanu (Adauto), Daniel Barros, Eloir (Wanderley), Júnior Chicão e Kaká (Neto). Técnico: Marcinho Guerreiro



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.