SportsManaus
FUTEBOL NACIONAL

Com gol de Ralf, Corinthians joga o suficiente e bate o Vasco em Itaquera

Da redação do SportsManaus, com informações do LANCE – João Vítor Castanheira – São Paulo (SP)

Sob forte calor da manhã paulistana, Timão resiste à pressão final do Vasco, vence por 1 a 0 e alivia pressão sobre Fábio Carille após eliminação na Sul-Americana

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Quem saiu da cama para ver o Corinthians e Vasco, neste domingo, não viu o melhor dos espetáculos. Sob forte calor do fim da manhã paulistana, o Timão jogou para o gasto, venceu o Cruz-maltino por 1 a 0, com gol de Ralf, e acalmou os ânimos após a eliminação na Sul-Americana. Com o resultado, a equipe de Fábio Carille chega a 38 pontos e pode terminar 22ª rodada no G4 caso o Internacional não vença o Palmeiras, às 16h. O Vasco, que não vence o Alvinegro paulista fora de casa desde 2007, por sua vez, pode ver cair a diferença de cinco pontos para a zona de rebaixamento.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, às 19h15, para duelos atrasados da 21ª rodada. O Corinthians visita a Chapecoense, na Arena Condá, enquanto o Vasco recebe o Santos, em São Januário.

SONOLENTO
O primeiro tempo em Itaquera fez o torcedor querer voltar para cama. Aos 10 minutos, após cruzamento na área, o Timão até abriu o placar, mas Ricardo Marques, depois de inexplicável demora envolvendo o VAR, viu a falta clara de Manoel em Fernando Miguel e anulou. De positivo, apenas a defesa do Vasco, que se adiantou em alguns momentos, mostrou compactação e inutilizou a posse de bola corintiana. De resto, muitos erros técnicos e 15 passes errados para cada lado. O mais emocionante foram as duas finalizações de Pedrinho, uma delas de longe, já nos acréscimos, mas que parou nas mãos do goleiro. 

HERÓI IMPROVÁVEL
Após os prováveis puxões de orelha de Carille e Luxemburgo no intervalo, a partida voltou mais animada – com vantagem para o Vasco, que chegou a marcar com Werley após cobrança de falta de Barcelos, mas o zagueiro, por pouco, estava impedido. E quando o Cruz-maltino era melhor, quem marcou foi o Corinthians. Boselli recebeu de passe, fez a parede, e devolveu para o volante. De fora da área, o camisa 5 chutou forte, rasteiro, e Fernando Miguel aceitou. Era o 1 a 0 para o Timão. 

ESCRITA MANTIDA
Pressionado pelo placar, o Vasco teve mudanças para tornar o time mais ofensivo, e nos longos acréscimos da partida, conseguiu criar chances.  Mas foi o Corinthians quem, aos 52, chegou a marcar novamente, com Jadson, mas o gol foi anulado por impedimento. No fim, a equipe paulista manteve a escrita sobre o Gigante da Colina, que não vence o Timão em São Paulo há 12 anos. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 0 VASCO

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data-hora: 29 de setembro de 2019, às 11h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG) – 5,0 – Teve longa demora para analisar lance fácil e não soube acalmar os ânimos. 
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
Gramado: Ótimo
Público e renda: 37.091 pagantes, 37.360 pessoas e R$ 1.891.029,50
Cartões amarelos: Boselli, Jadson (COR); Raul, Bruno Gomes, Y. Pikachu, L. Castan, Danilo Barcelos (VAS)
Cartões vermelhos: não houve.

GOL: Ralf 13’/2ºT (1-0)

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Jadson, intervalo) e Sornoza (Mateus Vital, 12’/2ºT); Pedrinho, Clayson e Mauro Boselli (Gustavo, 39’/2ºT). Técnico: Fábio Carille

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Bruno Gomes, Raul (Marrony, 29’/2ºT) e Marcos Junior (Marquinho, 25’/2ºT); Rossi (Clayton, 25’/2ºT), Talles Magno e Ribamar. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Outras postagens...

Ponte Preta bate Paraná, volta a vencer e cola no G4 da Série B

Paulo Rogério

Palmeiras empata com Athletico-PR e fica mais distante do Flamengo

Paulo Rogério

Fluminense vence o Bahia, cola no G4 e fica mais próximo de vaga na Libertadores

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol