SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Com um a menos, técnico do Nacional afirma que mudou postura para conseguir vitória no Amazonense

Jogando com um a menos desde o final do primeiro tempo, o Nacional se superou e conquistou uma grande vitória diante do Manaus FC por 1 a 0, em cobrança de pênalti de Bernardo. O jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Amazonense da Série A, foi realizado na noite deste sábado, 16/2, no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade. O resultado positivo deixou o Naça no G4, em terceiro com seis pontos.

Motivado pelo resultado, o Nacional encara o líder do campeonato, o Princesa do Solimões, na quarta-feira, 20/2, às 20h, na Arena da Amazônia. Já o Manaus, não perdeu apenas os pontos, mas caiu para quarta colocação. O Gavião do Norte enfrenta o Rio Negro, na quinta-feira, 21/2, às 20h, na Arena da Amazônia.

Para o técnico Aderbal Lana, o Nacional conseguiu superar as dificuldades de uma equipe com um jogador a menos, mas principalmente ele considerou como outra partida qualquer da competição.

– Nós tínhamos um jogador a menos, resolvi tirar o centro-avante e comecei a receber as investidas do adversário. Depois voltei com outro centro-avante, posicionei uma linha de quatro no meio e praticamente uma linha atrás de três jogadores. Acho que foi uma partida normal, duas equipes que se equivalem, sendo que a nossa vem crescendo e estamos ainda em montagem, mas vamos chegar longe – disse ao Sports Manaus.

Mais uma vez destaque do Manaus em campo e ainda defendeu um pênalti, o goleiro Jonathan, afirmou que o Manaus pecou muito em algumas situações, mas reconheceu o empenho do adversário para conseguir a vitória.

– A equipe do Nacional está de parabéns, mereceram a vitória, principalmente no segundo tempo, eles conseguiram fechar o setor defensivo, impedindo que os nossos atacantes conseguissem fazer as infiltrações de gols. Temos que agora olhar para frente e dar a volta por cima. Acho que perdemos não pelos desfalques, mas eles vieram com muito mais vontade. Nós tivemos oportunidades, mas o goleiro deles fechou a meta. Agora é corrigir os erros, que foram muitos e focar no Rio Negro.

Jogo

O primeiro lance de perigo foi aos três minutos. Em uma cobrança de falta pela esquerda, Evair bate no canto esquerdo do goleiro perto da meta. Aos cinco minutos, o Manaus quase marcou depois de uma cobrança de lateral por Derlan, que jogou na grande área, Jefferson dominou e de meia bicicleta só não marcou, porque o goleiro fez uma grande defesa.

Com 15 minutos, o Gavião do Norte dominava totalmente a partida chegando no ataque com lances de até marcar gols. Depois disso, o Naça aos poucos foi saindo mais para o campo de ataque, mas o Gavião do Norte sempre era perigoso. Aos 21 minutos, cobrança de falta para direita, Thiago Spice toca de cabeça na grande área e Jean Carlos de cabeça perde a chance de marcar. 

Aos 28 minutos, roubada de bola pela direita, Vitinho alcança e toca para Jefferson sozinho na grande área perder o gol.  Um minuto depois, o jogador do Princesa tenta a jogada, é derrubado e o árbitro marca pênalti.  Aos 30 minutos, Ray chuta no canto esquerdo, mas Jonathan defende. 

O Naça cresceu em campo e passou a tomar conta das ações. Aos 38 minutos, Ray passou pelo zagueiro e chutou forte, mas o goleiro Jonathan praticou uma boa defesa. Aos 42 minutos, a situação do Nacional ficou complicado. Depois de um lance na lateral direita, Vitinho sofreu uma falta de Paulinho Índio, que já tinha amarelo e acabou sendo expulso na sequência. 

Com um a menos, o Nacional mudou para o segundo sacando o atacante Ray, que perdeu o pênalti e entrou Bernardo. Aos cinco minutos. pela esquerda Vandinho cruza na área, o goleiro falha e Evair perde o gol sozinho.

Aos 15 minutos, pela esquerda Romarinho chuta por cima do gol do Manaus. Aos 17 minutos, depois de um lance pela direita, Romarinho chuta e o árbitro deu toque do jogador do Naça na grande área. Na cobrança, Bernardo, chutou no meio do gol, 1 a 0. 

Aos 37 minutos, falta pela esquerda para Diogo Dolen, que chorou de frente para o gol, mas o goleiro evitou o lance perigoso. Aos 44 minutos, de frente para o gol Evair chutou forte e a bola passou perto do canto esquerdo e quase entrou. 
Ficha técnica:

Jogo:  Manaus x Nacional 

Motivo: Campeonato Amazonense da Série  A / 1º turno / 3ª rodada

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus/AM

Horário: 18h

Renda: R$ 5.590,00

Público pagante:  

Árbitro:  Edmar Campos da Encarnação 

Árbitros assistentes:  Jeová Rodrigues do Santos e Dimmi Yuri Cardoso

Gols: Bernardo – 18min 2ºt – penâlti (Nacional)

Advertências: Jean Carlos, Lê Santos e Evair (Manaus) e André Regly e Paulinho Índio (Nacional) 

Expulsão: Paulinho Índio (Nacional)

Manaus: Jonathan, Ezequiel (Mateus Oliveira), Thiago Spice, Martony, Vandfinho, Derlan, Jean Carlos (Lê Santos), Diogo Dollen, Evair, Jefferson (Rivelino) e Vitinho. Técnico: João Carlos Cavalo.

Nacional: André Regly, Paulinho, Jordan, Victor, Paulinho Índio, Fabinho, Jonas (Israel), Léo Mineiro (Leandro), Ray (Bernardo) e Romarinho. Técnico: Aderbal Lana.

Outras postagens...

“Estou realizando meu sonho”, afirma Charles Chenko ao assumir o comando do RB do Norte na Série B do Amazonense

Paulo Rogério

Série D 2021: Fast estreia em casa com Ypiranga-AP e Penarol aguarda seu adversário da seletiva

Paulo Rogério

Com gol de Dedê, São Raimundo-AM vence Humaitá-AC fora e assume a terceira posição em seu grupo na Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...