SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

Corinthians derrota o Vasco, mantém invencibilidade e ganha fôlego no Campeonato Brasileiro

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – Felipe Leite – São Paulo, SP – 29/07/23 | 20:26 – 30/07/23 | 00:05

Foto: Daniel Ramalho / Vasco 

Na vazia e gélida Neo Química Arena, o Corinthians recebeu o Vasco nesta noite de sábado (29), pela 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e venceu pelo placar de 3 a 1. Maycon, Yuri Alberto e Róger Guedes – novo artilheiro isolado da casa corintiana – marcaram os gols do time mandante, enquanto Gabriel Pec descontou para os visitantes.

Com o triunfo, o Timão fez a manutenção de seu bom momento – ao menos, com respeito aos resultados – na temporada. O time de Vanderlei Luxemburgo, agora, não perde há sete partidas. Além disso, os três pontos dão fôlego ao clube na disputa nacional de pontos corridos.

Com o resultado, o Corinthians foi aos 19 pontos, em campanha de cinco vitórias, quatro empates e sete derrotas, afastando-se ainda mais da zona de rebaixamento. O Vasco, por sua vez, segue em crise: está na lanterna da competição, com somente nove pontos conquistados.

A partida não contou com presença de público por conta da punição que o Timão sofreu do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido aos cantos homofóbicos presentes no clássico contra o São Paulo, em maio.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Corinthians vai até o Beira-Rio para enfrentar o Internacional, às 18h30 (de Brasília) do sábado seguinte. Por outro lado, o Vasco recebe o Grêmio em São Januário, às 16h do dia seguinte. O Timão, entretanto, volta suas atenções para a Copa Sul-Americana no meio de semana. Na terça-feira, às 21h30, os comandados de Vanderlei Luxemburgo recebem o Newell’s Old Boys pela partida de ida das oitavas de final da competição internacional.

O jogo – Seja no cabeceio torto de Yuri Alberto, na falha de Fábio Santos na defesa ou no rápido contra-ataque puxado por Adson e concluído para fora por Róger Guedes, o Corinthians começou protagonista das ações na vazia Neo Química Arena neste sábado (29).

Ainda no início da partida, Renato Augusto serviu Róger Guedes duas vezes: no primeiro belo passe, o atacante do Timão não conseguiu fazer o domínio de peito; no segundo, o camisa 10 carregou a bola pelo meio e, sem marcação, arriscou chute de longe, da entrada da área. Léo Jardim fez a defesa e evitou o tento.

Superior no confronto, o Corinthians viu a primeira resposta contundente do Vasco acontecer aos 16 minutos. Lucas Piton recebeu boa bola pela esquerda e cruzou na medida para Jair. O meia esperou a bola quicar e bateu firme, cruzado, para grande espalmada de Cássio.

Quando parecia que o Cruzmaltino poderia crescer na partida, Maycon resolveu a questão. Aos 18, Adson cruzou rasteiro para a meia-lua, Renato Augusto só ajeitou para trás e o camisa 7, de fora da área, acertou forte finalização: 1 a 0.

No restante do primeiro tempo, o time da casa recuou. Com postura mais conservadora, os comandados de Vanderlei Luxemburgo viram o Vasco assustar em boa chegada de Puma Rodríguez e perigar principalmente aos 35, quando Sebástian Ferreira perdeu gol cara a cara com Cássio.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Cruzmaltino retornou ao campo da Neo Química Arena disposto a reverter o marcador. Pressionando mais, o time carioca jogou o Corinthians ‘para as cordas’ e assustou Cássio em diversas chegadas. Nos primeiros 10 minutos, o Vasco levou mais perigo do que em toda etapa inicial.

No momento mais crítico do Timão na partida, Yuri Alberto veio ao resgate. Após erro do Vasco na intermediária, o Corinthians puxou rápido contra-ataque. De Ruan Oliveira para Róger Guedes, de Róger Guedes para o camisa 9: chute pelo alto após giro e bonito domínio, toque no travessão e bola no fundo das redes.

O fio de esperança ao Vasco aconteceu aos 24 minutos. Orellano fez bela jogada individual, desbancou a marcação corintiana e serviu Gabriel Pec. O camisa 11 invadiu a área, driblou Cássio e só teve o trabalho de completar para o gol.

No entanto, logo a frustração voltou a tomar conta do Cruzmaltino. Dois minutos depois, Yuri Alberto levantou bola para a área e ela bateu no braço de Paulinho: pênalti. Na cobrança, bola para um lado e goleiro do outro: tento de Róger Guedes, novo líder isolado da artilharia da Neo Química Arena. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 1 VASCO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 29 de julho de 2023, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Mauricio Coelho Silva Penna (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelos: Caetano (Corinthians)

Gols: Maycon, aos 18 minutos do 1ºT, Yuri Alberto, aos 15 minutos do 2ºT, e Róger Guedes, aos 27 minutos do 2ºT (Corinthians); Gabriel Pec, aos 24 minutos do 2ºT (Vasco)

CORINTHIANS: Cássio; Bruno Méndez, Gil, Caetano (Fagner) e Fábio Santos (Matheus Bidu); Maycon, Ruan Oliveira (Matheus Araújo) e Renato Augusto (Fausto Vera); Adson (Guilherme Biro), Róger Guedes e Yuri Alberto
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VASCO: Léo Jardim; Miranda (Paulo Henrique), Capasso e Léo; Puma Rodríguez (Orellano), Medel, Jair (Paulinho), Praxedes (Carabajal) e Lucas Piton; Figueiredo (Gabriel Pec) e Sebástian Ferreira
Técnico: Ramón Diaz

 

 

 

Outras postagens...

Com um a mais, Chapecoense vence clássico contra o Avaí pela Série B

Paulo Rogério

Com golaço de Railson, Tufão da Colina vence São Raimundo-RR na estreia da Série D

Paulo Rogério

Rio Negro goleia o CDC Novo Aripuanã e vence a primeira no Amazonense da Série B

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...