SportsManaus
FUTEBOL INTERNACIONAL

CR7 é o primeiro jogador negociado duas vezes sendo o melhor do mundo

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da GAZETA ESPORTIVA

Foto: Reprodução/Juventus

Anunciado oficialmente como jogador da Juventus, Cristiano Ronaldo fez história mesmo antes de entrar em campo pela nova equipe. O craque português, ex-Real Madrid, se tornou o primeiro jogador a ser negociado duas vezes enquanto era o melhor do mundo pela Fifa.

CR7 entrou para o seleto grupo de jogadores negociados enquanto melhor do mundo em 2009, quando deixou o Manchester United rumo ao Real Madrid após ser eleito o melhor jogador do planeta pela Fifa em 2008. Ele se juntou a Zinedine Zidane, Ronaldo e Lothar Matthaus e tenta ser o segundo deles a ser, assim como o brasileiro, o melhor do mundo em dois anos seguidos por dois times diferentes.

O primeiro “jogador do ano” da Fifa a ser negociado foi justamente o primeiro eleito pela entidade. O meio-campista alemão recebeu o prêmio em 1991, quando defendia a Inter de Milão. No ano seguinte, ele sofreu grave lesão no joelho e foi vendido ao Bayern de Munique por apenas três milhões de euros para se recuperar. No clube da baviera, ele conquistou o Campeonato Alemão quatro vezes e uma Copa da Uefa, que hoje é a Liga Europa.

Ronaldo foi o segundo jogador, o único brasileiro, negociado enquanto melhor do mundo. O atacante brasileiro foi eleito o melhor do mundo pela primeira vez em 1996, pelo Barcelona, e foi negociado junto à Inter de Milão em julho do ano seguinte por 28 milhões de euros. Na equipe italiana, Ronaldo seria eleito o melhor jogador do planeta novamente em 1997, tornando-se o único jogador a ser o melhor do mundo em dois anos seguidos por dois times diferentes. Em 2002, foi eleito pela terceira vez o melhor do mundo pela Fifa.

O terceiro melhor do mundo a ser negociado foi o último treinador de Cristiano Ronaldo no Real Madrid, o francês Zinedine Zidane. O craque da França, vencedor da Copa do Mundo de 1998, fez o caminho inverso ao de CR7: foi eleito o melhor do mundo pela segunda vez em 2000, pela Juventus, e foi vendido no ano seguinte ao Real Madrid por 77,5 milhões de euros. Na capital espanhola, Zidane seria eleito o “jogador do ano novamente” em 2003.

O brasileiro Romário não entra nesta lista por questão de dias. Melhor jogador da Copa do Mundo de 1994, o artilheiro foi eleito o melhor jogador daquele ano, quando defendia o Barcelona, e foi vendido ao Flamengo nos primeiros dias de 1995. No entanto, Romário foi anunciado como o melhor jogador de 1994 apenas no dia 30 janeiro, quando já era jogador do Flamengo.

Outras postagens...

Inglaterra analisa candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2030

Paulo Rogério

Santos vence Defensa y Justicia de virada e termina invicto a fase de grupos

Paulo Rogério

Com proposta ‘astronômica’, David Silva pode deixar o Manchester City

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol