full screen background image

Da Venezuela, diretor do Fast nega dispensas, mas admite providências sobre a equipe

508

Depois da humilhante goleada para o Santos (AP) de 4 a 1, que eliminou o Fast Clube da segunda fase da Copa Verde, circulou nos bastidores que alguns jogadores tinham sido dispensados e mais dois membros da comissão técnica.

Para desmentir qualquer tipo de boato, nesta segunda-feira, o diretor de futebol, Rodrigo Novaes, disse ao SPORTS MANAUS, que estava reunido para definir algumas situações sobre o time.  

– Estamos fazendo uma reunião nesse momento e vamos ver o que vamos fazer. Nós temos várias coisas para definir e tomar providência, por exemplo, chamar atenção dos jogadores. Tudo isso que falaram de dispensas, é boato – alertou, mas lembrou as boa estrutura disponibilizada ao elenco pela diretoria.

 – Nós fizemos tudo para montar uma estrutura boa, algo bem acima do futebol amazonense para os jogadores com alimentação, moradia e tudo mais. Fomos pegos de surpresa com a eliminação e estamos muito chateados.

 O dirigente aproveitou para visitar a Venezuela, logo após a partida pela Copa Verde. Ele vai aproveitar para assistir o jogo da Venezula com Peru, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, mas vai manter contatos com clubes para alinhar alguma situação para o Fast.

 – Estamos em Puerto de La Cruz, mas na terça-feira, vamos para Puerto Ordaz. Nossa meta é manter contato com alguns clubes para tentar um intercâmbio, parcerias e quem sabe realizar uma pré-temporada com amistosos ano que vem. 

 O Fast Clube volta suas atenções para disputa do Campeonato Amazonense. Nesta quarta-feira. A equipe encara o Princesa do Solimões, no Estádio Carlos Zamith, zona Leste da cidade.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.