SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“É um grupo forte”, avalia técnico do Velo Clube-SP sobre adversários na Copa São Paulo

Foto: Divulgação

Depois de sair no mata-mata para Ferroviária esse ano, a Associação Esportiva Velo Clube Rioclarense, quer chegar mais longe na 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020. Representante da cidade de Rio Claro, no interior de São Paulo, o Velo Clube, como é conhecido, faz parte do grupo 06, ao lado de Nacional-AM, Paraná Clube e Red Bull Brasil-SP.

Na Copinha, o Velo Clube estreia diante do Red Bull, no dia 3 de janeiro, às 17h. O segundo jogo será com Nacional, no dia 6 de janeiro, às 17h e fecha a primeira fase jogando com Paraná Clube, no dia 9 de janeiro, às 19h15. Todos os jogos serão no Estádio Benito Agnello Castelani, em Rio Claro e transmitidos pela TV da Federação Paulista de Futebol (PFP).

Há dois anos no comando da equipe, Leandro Samarone da Rosa Fernandes, o Samarone, natural da cidade de Ribeira-SP, fez uma avaliação da equipe no grupo na primeira fase da Copinha.

– É um grupo bom, forte e todos os adversários precisam ser respeitados. Nós trabalhamos com força máxima e concentração para fazer bons jogos. Não vai ser fácil, nós temos o campeão do Estado do Amazonas, que é o Nacional, além do Paraná Clube, um dos grandes clubes do Estado do Paraná e o Red Bull, que tem uma estrutura enorme e foi vice-campeao paulista sub-20 em 2019 – disse, mas ainda frisou.

– As chances de todos no grupo são iguais, até porque são grandes equipes e bons times. O psicológico vai contar bastante. A partir daí, o objetivo é tentar ir mais longe possível em relação a campanha desse ano na competição – completou Samarone.

Treinador afirmou que um dos objetivos e revelar jogadores para o time profissional (Foto: Divulgação)

Sobre o time amazonense que está no mesmo grupo, o treinador confessou que tem poucas informações, mas o que sabe mostra ser uma equipe de qualidade e que pode surpreender.

– Como falei anteriormente, o Nacional é campeão no Amazonas. É um clube de respeito e vem para surpreender na Copa. A gente tem que estar precavido para enfrentar uma grande equipe. Tenho a informacão de que o time individualmente é bom. Vamos enfrentar um adversário difícil pela frente. Vamos nos coletivos nos ajustar, de acordo com os dias – concluiu.

Segundo o comandante do Velo Clube, é fundamental começar a Copa São Paulo bem e vencendo, porque todos os jogos são decisivos. Para ele, a estreia pode definir muito para o futuro da equipe na competição.

– Em relação a tabela, o primeiro jogo sempre mexe mais com todos. Jogamos a primeira e depois vamos assistir o segundo jogo para conhecer melhor os nossos adversários. Na parte psicologia, a estreia é mais complicado, independente de quem fosse o primeiro, segundo ou terceito jogo. O importante é se preparar bem para fazer uma boa compeptição – disse, mas destacou.

– Nosso objetivo é revelar para o time profissional. A outra meta é revelar jogadores para os grandes clubes do futebol brasileiro e também para fora do país. Nosso maior plano é que esses meninos façam uma boa Copa São Paulo e tenham a oportunidade no time profissional do Velo Clube – frisou.

Outras postagens...

Com duas equipes, Sul América empata na estreia da Copa MSR de futebol de base, no RJ

Paulo Rogério

Além do cuidado com Caxias-RS, técnico do Manaus admite preocupação com arbitragem na Série D

Paulo Rogério

Pela segunda vez Darlan assume Fast na Copa Verde e posta na garotada na competição nacional

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol