SportsManaus
NOTÍCIAS

“Eles são favoritos, mas vamos jogar para vencer”, disse técnico do Galvez-AC sobre jogo com Manaus pela Série D

Foto: Manoel Façanha 

Com apenas sete anos de fundação e debutante no Campeonato Brasileiro da Série D, o Galvez EC-AC joga pela segunda rodada com Manaus, neste sábado, 11/5, às 17h, no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste. No primeiro jogo, o Imperador perdeu em casa de virada para o Real Desportivo-RO por 3 a 2. A equipe está no grupo A2, com Manaus, Real Desportivo e Santos-AP.

Da capital acrenana, o ex-jogador do Rio Negro, José Marco Rodrigues, 37 anos, o Zé Marco, com passagem no comando do Princesa do Solimões-AM, Atlético-AC e há um ano no Galvez, disse ao SportsManaus, que o adversário tem todo favoritismo.

– Sem dúvidas, eles são o atual tricampeão Amazonense, com investimentos altíssimos comparado ao nosso, e isso os torna favorito, porém, as coisas se definem dentro de campo – disse.

 

Zé Marco disse que vai jogar para vencer o Manaus, mesmo jogando fora (crédito: Manoel façanha)

Mesmo jogando fora de casa e ciente do favoritismo do Manaus, o comandante do Imperador, afirmou que o objetivo é conquistar três pontos, pois sua equipe tem qualidade e potencial para encarar qualquer adversário.

– Vamos jogar para vencer onde for e contra quem for, porque essa é a nossa característica e não vamos fugir disso. Temos dois jogos seguidos fora de casa, e iremos atrás de somar o máximo de pontos. As chances nesse momento são as mesmas de todas as equipes no grupo, restam cinco jogos, e vamos em busca da classificação – concluiu, mas afirmou que já tem informações do Manaus.

– Trabalhei dois anos no Princesa do Solimões, mas na verdade o que tenho, é porque conheço alguns atletas que estão no Manaus. Sei que é uma equipe experiente, com um grande plantel, tem uma bola parada muito forte e que gosta de assumir o controle do jogo – alertou Zé Marco.

Sobre a partida que perdeu em casa de virada para o Real Desportivo, o treinador, aproveitou como lição para não cometer os erros nos próximos jogos da Série D, principalmente contra o Manaus, pela qualidade do adversário.

– Estávamos vencendo até os 41 minutos do segundo tempo, tomamos a virada em cinco minutos em erros individuais. O aprendizado que fica, é que numa competição tão curta e equilibrada temos que manter a concentração, até o final do jogo, e quando tiver oportunidade tem que matar o jogo, algo que não fizemos na estreia – lamentou.

Outras postagens...

“É jogar com inteligência”, afirma técnico do GAS-RR sobre jogo com Santana-AP pela seletiva da Série D

Paulo Rogério

Federação do Rio deixa a cargo dos clubes decisão de retomar atividades

Paulo Rogério

Por dívida da União, Justiça Federal certifica penhora de São Januário

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol