full screen background image

Em adeus de Zé Roberto, Palmeiras bate Botafogo e assume 2º lugar

149

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do PLACAR

Na última partida do veterano lateral de 43 anos no Allianz Parque, o Palmeiras vence por 2 a 0 e está perto de garantir o vice-campeonato brasileiro

No dia que marcou um ano da conquista do título brasileiro de 2016, o Palmeiras festejou com vitória para registrar a despedida dos gramados do meia Zé Roberto. Com dois gols no segundo tempo, um deles belíssimo de Keno, a equipe paulista derrotou o Botafogo por 2 a 0, no Allianz Parque, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, que poderá ser assegurada diante do Atlético-PR, no próximo domingo, última rodada do torneio.

O clima de festa no estádio já existia antes mesmo da bola começar a rolar. Após o aquecimento dos jogadores, o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte e o diretor de futebol, Alexandre Mattos, foram até o gramado entregaram uma placa comemorativa a Zé Roberto, que fez nesta segunda-feira, aos 43 anos, sua última partida em casa pelo Palmeiras.

Até para manter o clima festivo, o Palmeiras começou o jogo tomando a iniciativa. Até para deixar uma boa impressão ao novo treinador, Roger Machado, que acompanhou a partida do camarote da Crefisa. Só que a primeira chance com real perigo de gol veio com o Botafogo. Aos 11 minutos, após cobrança de falta de Valência, Felipe Melo – que no lance anterior levou o terceiro amarelo e não pega o Atlético-PR – rebateu nos pés de Guilherme, que chutou forte, perto da trave do Palmeiras.

O Palmeiras tentava acelerar o jogo, mas com isso errava também muitos passes, especialmente com Moisés. Foi após uma destas falhas que aos 22 minutos, Rodrigo Lindoso cruzou da direita na cabeça de Rodrigo Pimpão, que mesmo livre de marcação, cabeceou para fora.

O lance parece ter acordado o Palmeiras, que mesmo seguindo errando bastante, começou a Aos 29 minutos, em cobrança de falta, a torcida esperava que fosse batida por Zé Roberto, mas Dudu chutou forte, obrigando Gatito Fernandez a fazer uma defesa complicada. Depois, aos 37, com Keno, obrigando o goleiro do time carioca a afastar o perigo.

Foi justamente nos pés de Keno que saiu a última jogada perigosa da primeira etapa. Ele partiu pelo meio e entregou a boa para Borja, que ao tentar passar pela marcação de Carli, viu a bola bater na mão do adversário, na entrada da área. Moisés bateu forte, mas a bola sair pelo alto.

A etapa final começou com o clima quente. Em seis minutos, três cartões amarelos (dois do Botafogo e um do Palmeiras) por faltas duras das duas equipes. Mas o Palmeiras conseguiu acalmar os nervos e abriu o marcador aos 9 minutos. Após bom cruzamento de Keno, Borja furou na cara do gol e a bola sobrou para Duda abrir o marcador.

O gol fez com que o Botafogo, que ainda busca se garantir na Libertadores 2018, se lançasse em direção ao ataque. E foi num contra-ataque que veio o segundo gol palmeirense. Aos 17 minutos, Felipe Melo fez um belo lançamento para Keno, o melhor atacante do Palmeiras na partida. Pela direita, ele superou dois marcadores e do bico da grande área, fez um golaço, sem chance de defesa para Gatito Fernandez.

Foi quando aconteceu um momento marcante: todos os jogadores abraçaram Zé Roberto e jogaram o veterano lateral para o alto, homenageando o companheiro.

A partir do segundo gol, o Botafogo aumentou o ritmo para tentar descontar a diferença, mas sem efetividade. Alberto Valentim, em seu penúltimo jogo como treinador do Palmeiras, aproveitou para fazer as três alterações, ajudando assim nas observações de Roger Machado. Mas fez questão de manter até o fim o homenageado da noite. Zé Roberto, que no final deu a volta olímpica no gramado, sob aplausos de todo o estádio, não poderia ter sonhado com uma despedida melhor atuando diante da torcida palmeirense.

Ficha técnica

Palmeiras 2 x 0 Botafogo

Árbitro: Elmo Rezende da Cunha (GO)

Renda e público: R$ 1.230.114,47 – 23.562 pagantes

Gols: Dudu, aos 9min e Keno aos 17 do 2º tempo

Cartões amarelos: Felipe Melo e Moisé (Palmeiras); Bruno Silva, Gilson, Rodrigo Pimpão e João Paulo (Botafogo)

Escalações

Palmeiras: Jaílson; Mayke, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos), Moisés (William) e Tchê Tchê; Keno, Borja e Dudu (Hyoran). Técnico: Alberto Valentim

Botafogo: Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Ezequiel), Bruno Silva e João Paulo (Marcos Vinícius) e Leo Valencia; Rodrigo Pimpão e Guilherme (Vinícius Tanque). Técnico: Jair Ventura



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.