SportsManaus
ESPORTE AMADOR

Em evento, Partido do Esporte colhe assinaturas e defende ações esportivas e sociais

Presidentes de federações e entidades sociais, além de representantes de secretarias municipais de esportes nos municípios, participaram na noite desta sexta-feira, 14/12, do I Congresso Estadual na Formação do Partido do Esporte no Amazonas. Além disso, foi coletado assinaturas dos dirigentes para futura homologação do partido. O evento foi realizado no Centro Cultural Thiago de Mello, na Avenida Autaz Mirim, Novo Aleixo.

O presidente do Partido do Esporte (PE) Amazonas, Anderson Maia, além de colher as assinaturas, já somados 1,2 mil desde 2015, sendo 1% de cada estado, disse que a meta é chegar com 3 mil. Para ele, o importante também é iniciar um trabalho voltado para o esporte em si.

– É muito importante esse momento, porque nossa meta é levantar uma bandeira em prol do esporte. Nossa intenção é que o partido mostre que a política é feita dentro de casa, gerando educação e social. Por isso, que o partido não está trabalhando em cima de nomes políticos, mas na realidade de uma estratégia social, envolvida no esporte – disse.=

Representatividade

Com mais de 30 anos de serviços no voleibol, e com passagem pelo Olímpico, Rio Negro, La Salle e atualmente treinadora do time masculino da Nilton Lins, Lilian Valente, disse que o esporte precisa ter uma representatividade no meio.

– Temos vários partidos que tomam como base o esporte, mas na verdade quando levantam a bandeira do esporte e conseguem se eleger, esquece que o esporte ajudou. O esporte é a base de tudo como prevenção a saúde, segurança, educação, todos estão dentro de vários seguimentos, se o partido realmente concretizar, souber fazer e levar a sério, penso que vamos ter uma bandeira muito alto e fazer um trabalho para o esporte – explicou.

O subsecretário municipal de esporte do município de Tefé, João Paulo da Rocha, fez questão de acompanhar a proposta do partido. Segundo ele, o importante é um seguimento voltado apenas para o esporte.

– Essa ideia do PE é fortalecer o esporte nos municípios, não apenas em Tefé, mas na Calha do Médio Solimões para trazer benefícios. O esporte é um meio, um elo de inclusão social, não existe pessoas ricas e nem pobre, quando se pratica o esporte. Vamos fortalecer o esporte com o PE, conseguindo mais pessoas”, comentou.

O vice-presidente da Associação dos Moradores do Jorge Teixeira – II Etapa, Davi Moraes, conta com mais de 17 mil pessoas cadastradas em sua entidade. Para ele, a proposta do PE é muito boa, pois é preciso agregar esporte com saúde.  

– Vejo que o PE não vai ficar apenas em questões isoladas, pelo contrário, é um momento que se expande em todos os estados e capitais. O partido está surgindo como uma opção de fazer uma nova história, uma política que vai envolver todas as áreas e seguimentos do esporte. O partido vem para fazer algo inovador e diferente, mas quem ganha é a sociedade – contou.

Natural do Maranhão, mas morando há mais de 20 anos em Manaus, o presidente da Federação de Lutas Mistas e Esportivas (FALME), George Santos, espera que o partido consiga ajudar todos que tem seus projetos no esporte.

– É bom fazer parte do PE, mesmo porque todos os outros partidos tem uma bancada e não alguém do esporte. Como já estou há muitos anos, não poderia ficar de fora. Acho que vai dar tudo certo, é uma questão de tempo.

Outras postagens...

Campeonato revela primeiros campeões de Beach Wrestling do Estado

Paulo Rogério

Basquete: federação sorteia grupos dos torneios de Tóquio 2020

Paulo Rogério

Em clima familiar e de futebol, Escola do Santos Manaus realiza o encerramento da Copa do Mundo Interna

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol