SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Em final eletrizante, Manaus e Amazonas empatam no tempo normal, mas o Gavião vence nas penalidades e conquista o Campeonato Amazonense

Foto: Deborah Melo/FAF

Com uma hora e meia de atraso, em virtude da falta de energia elétrica, que afetou toda a capital amazonense, Manaus e Amazonas empataram no tempo regulamentar em 1 a 1, em uma final com lances duvidosos, bola na trave, provocações, mas no final na cobrança de penalidades, o Gavião do Norte venceu por 4 a 2, conquistando seu sexto título do Campeonato Amazonense da Série A. A decisão do estadual, aconteceu na noite deste domingo (14), no Clube do Trabalhador, o Sesi, zona Leste da cidade. O gol da Onça-pintada foi de William Barbio e pelo Gavião, empatou o Ibiapino, no tempo regulamentar. Nas penalidades, anotaram Renan, Bombado, Miliano e Vinícius Leandro para o Gavião Já pela Onça fizeram Jô e Ivan Alvariño.

Jogo

Logo no início da partida, o zagueiro Fabiano do Amazonas foi recuar a bola e quase entregou um gol feito para o Manaus, mas o goleiro Edson Mardden conseguiu se antecipar e evitou o lance perigoso.

Aos 11 minutos, após uma boa jogada rápida pela esquerda, Diego Torres tocou para William Barbio, que mesmo pressionado pelo zagueiro Gutierrez conseguiu bater de canhota no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Vinicius do Manaus, 1 a 0.

Perdendo, o Gavião do Norte tinha que sair mais ainda em busca do empate. Aos 18 minutos, o Gavião articula uma jogada pelo meio campo, Gharib toca para Renan, que passa pelo marcador e soltou um balaço de longe, mas o goleiro Edson Mardden espalmou para a linha de fundo.

Jogando nos contra-ataques, aos 23 minutos, Ibiapino toca para Denis, que entra na área e chuta forte, mas a bola bateu na zaga e a Onça se livrou do empate. Aos 26 minutos, outra boa jogada. Adenilson toca para trás e Ibiapino solta um balaço por cima da meta do goleiro Edson Mardden.  

Aos 41 minutos, o Manaus teve a maior chance de empatar. Após a falha dos zagueiros Ivan Alvariño e Ezequiel, Wendel Nery aproveitou o lance, mas chutou de canhota por cima da meta, em vez de passar para Ibiapino, que estava sozinho debaixo da meta e que reclamou muito do seu companheiro.

Segundo tempo

A segunda etapa seria decisiva, mas teve uma marcação bem mais intensa do Amazonas para não deixar o Manaus avançar nas jogadas ofensivas, pois precisava de pelo menos marcar o gol de empate para definir na cobrança de penalidades.  

Aos 21 minutos, o jogo ficou paralisado por cinco minutos, após uma confusão entre os jogadores do banco de suplentes de ambos os lados e os jogadores dentro de campo, em virtude de um desentendimento.

Aos 36 minutos, o Gavião chegou ao seu empate. Em uma bola que sobrou para Ibiapino, o jogador entrou na área e bateu no canto direito do goleiro Edson Mardden, sem chances para defesa, 1 a 1.  

Penalidades  

Na cobrança de penalidades, o Manaus não perdeu uma cobrança e nem precisou bater a última cobrança. Já o Amazonas, teve uma bola na trave e outra que o goleiro do Gavião do Norte defendeu. No final, o Manaus conquistou o título com o placar de 4 a 2. Os gols nas penalidades do Gavião foram marcados por Renan, Bombado, Miliano e Vinícius Leandro. Pela Onça-pintada fizeram Jô e Ivan Alvariño.

Ficha técnica:

Data: 14/04/2024 – domingo

Jogo: Manaus FC x Amazonas FC

Motivo: Campeonato Amazonense da Série A – Final / Jogo único

Local: Clube do Trabalhador, Sesi – Manaus/AM

Horário: 18h30 (19h30 de Brasília)

Público presente:

Público pagante:

Renda:

Árbitro: Antônio Carlos Pequeno Frutuoso

Árbitros Assistentes: Uesclei Regison Pereira do Santos e Anne Ksey Gomes de Sá

Gols: William Barbio 11min 1ºt (Amazonas FC) e Ibiapino 36min 2ºt (Manaus FC)   

Advertências: Ivan Alvariño, Renan Castro, Rafael Tavares, Levi (Amazonas FC) e Felipe Tiririca, Ibiapino (Manaus FC)

Expulsão: —

Manaus FC: Vinicius, André Victor, Gutierrez, Gabriel, Wendel Nery (Miliano), Felipe Tiririca, Denis (Thiaguinho), Gharib, Renan, Ibiapino e Adenilson. Técnico: Renatinho Potiguar.

Amazonas FC: Edson Mardden, Ezequiel, Ivan Alvariño, Renan Castro, Xavier, Diego Torres, Rafael Tavares (Jorge Jiménez), Cauan Barros (Patrick), William Barbio (Alisson) e Sassá. Técnico: Luizinho Vieira.

 

 

 

 

 

Outras postagens...

Uma das novidades do Nacional FC, o volante Juan revela: “Vamos em busca do título, que é o principal objetivo do clube e da torcida”

Paulo Rogério

Na reta final de preparação, Cliper mostra confiança para jogo com Amazonas pela Série B

Paulo Rogério

Pela Série A, entre Coritiba e Corinthians, Ivan Guimarães do AM é o quarto árbitro e diz: “É o meu sonho sendo realizado”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...