SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Em segundo, Vitória joga com 3B pela liderança no Campeonato Brasileiro Feminino A2

Foto: Maurícia da Matta/EC VITÓRIA

Jogando em casa e com apoio da torcida, a equipe do Vitória enfrenta o 3B da Amazônia, pela quinta rodada, do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A2, nesta quarta-feira, 23/5, às 14h (15h de Brasília), no Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador. As Leoas da Barra ocupam a segunda colocação, com 10 pontos, mesma pontuação do time amazonense, mas líder pelo critério de desempate.

A partida promete muitas emoções, pois vai reunir as duas melhores equipes até agora e as únicas invictas no Brasileirão. De Salvador, o treinador do Vitória, Lucas Grillo, de 30 anos, confessou ao SPORTSMANAUS de sua primeira experiência em uma equipe feminina.

De acordo com comandante das Leoas, o grupo está concentrado e com foco na partida, pois o resultado positivo dentro de casa coloca a equipe na primeira colocação na tabela.

Treinador do Vitória respeita adversária, mas afirma que sua equipe está preparada para jogo (crédito: Maurícia da Matta/EC VITÓRIA)

– O grupo segue muito focado, não somente para essa partida, mas para a competição no geral. A vitória pode deixar a equipe em boa situação, mas perto da classificação. Vamos enfrentar uma equipe muito qualificada, mas seguir com os pés no chão, trabalhando muito e bastante unidos para que possamos conseguir nosso principal objetivo – comentou, mas acredita em uma grande partida.

– Acredito que será um grande jogo, quem for ao estádio terá a oportunidade de ver a evolução do futebol feminino com duas equipes focadas, determinadas, que seguem buscando o mesmo objetivo. Com certeza, uma não vai dar moleza para outra.

Com pouco tempo no futebol amazonense feminino, Lucas Grillo, confessou ter encontrado dificuldades para encontrar informações e dados para estudar mais um pouco o 3B. Apesar disso, ele ressaltou que sua equipe está preparada.

– É difícil de ter acesso a vídeo, jogos de outras equipes e informações mais concretas e diretas, enfim, é complicado. Sobre o 3B, é uma equipe de grande investimento, com atletas renomadas e muito forte. Mesmo jogando fora de casa, acredito que elas vão jogar o seu melhor futebol, mas estamos bem preparados. Tenho certeza de quem for ao estádio vai assistir um grande jogo – disse, mas afirma que o fator casa é fundamental para conseguir o resultado positivo.

Comemoração das jogadoras do Vitória em um dos jogos pelo Brasileiro (crédito: Maurícia da Matta/EC VITÓRIA)

– Estamos trabalhando muito forte, desde a pré-temporada, entramos em qualquer jogo buscando a vitória. Jogar em casa tem o fator positivo, porque tem menos desgaste em relação a viagem, porém, quando o juiz apita o início da partida não existe favoritismo, são onze contra onze. Vamos fazer o nosso melhor para merecermos a vitória – finalizou o treinador, que já passou por times masculino.

Única equipe invicta, ao lado do 3B da Amazônia no Campeonato Brasileiro, o treinador do Vitória, afirmou que o trabalho tem sido intenso para o grupo alcançar seus objetivos. Segundo ele, mesmo com uma boa campanha, ainda é cedo para pensar em títulos na temporada.

– Trabalhamos muito forte, nosso grupo é feito de grandes guerreiras, temos que superar e buscar os sonhos no crescimento do futebol feminino. Entramos cada partida com objetivo da vitória. Pensar no título da competição, na verdade pensamos um passo por vez. Nossa principal meta é o acesso, vamos lutar muito por isso, mas um passo por vez.

Outras postagens...

Sobre o Penarol pela Série D, técnico do Ypiranga-AP define: “Nossa briga mais direta”

Paulo Rogério

Escola do Santos Manaus realiza avaliação e captação de novos atletas, dias 27 e 28 de julho

Paulo Rogério

Pelo Amazonense sub-16, Sul América vence a sexta seguida e dispara na classificação

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol