SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

“Fazer o resultado”, afirma o técnico do Andirá-AC sobre o jogo de ida com o Fast-AM, pela Copa do Brasil sub-17

Foto: Anthony Maia

O jogo contra o Tricolor de Aço acontece após pouco mais de um mês de intervalo, quando a garotada do Morcegão venceu a Tuna Luso-PA. 

No embalo da vitória da primeira fase fora de casa diante da Tuna Luso-PA, o Andirá EC-AC quer fazer história na Copa do Brasil sub-17 e chegar o mais longe possível na competição nacional de base. Para seguir com seu objetivo, no primeiro jogo da segunda fase, os futuros craques do Morcegão enfrentam o Fast Clube-AM, nesta quarta-feira, 26/4, às 19h local, no Estádio do Florestão, em Rio Branco.  

Há dois anos no comando do Andirá, no sub-13 e 15, o técnico Léo Raches, pela primeira vez no sub-17, reconheceu que será um jogo com grau de dificuldades muito grande, mas afirmou que não encontrou nada sobre seu adversário para facilitar seu trabalho.

– Nós temos um jogo difícil contra o Fast do Amazonas, em casa. Temos que propor e procurar um bom resultado. Nós sabemos que será uma partida difícil, não conhecemos o adversário, procuramos alguma coisa e não achamos nenhum jogo para poder estudar e entender a forma de jogar deles – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– Nos preparamos nesse tempo que tivemos, desde a primeira fase na partida contra a Tuna Luso. A ideia é fazer um bom jogo, fazer o resultado e procurar a classificação no jogo da volta em Manaus, numa classificação inédita para o estado do Acre – contou Léo.

LEIA MAIS:

Com pouco mais de um mês de intervalo, em comparação a partida da primeira fase para o jogo com o Fast, o comandante do Morcegão considerou por um lado bom, mas também prejudicial pelo longo tempo sem jogar oficialmente.

– Com relação a nossa distância do jogo para o nosso time foi ideal. Nós tivemos dois meses de preparação para a Copa do Brasil, onde para nós e o clube foi ideal, mas ao mesmo tempo para quem já estava trabalhando, se tornou prejudicial pelo tempo de espera – reclamou o treinador, que aproveitou apenas quatro jogadores da Copa do Brasil do ano passado.

 

 

 

Outras postagens...

Ponte Preta perde do Criciúma, sofre segunda derrota e fica na lanterna da Série B

Paulo Rogério

Depois de gestos obscenos, torcedor do São Raimundo se defende e jornalista repudia atitude

Paulo Rogério

Na volta da torcida, Manaus empata com o Ypiranga-RS e perde a chance de avançar na pontuação pela Série C

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...