full screen background image

Sem recursos, presidente de honra do Manaus diz que pode ficar de fora do Amazonense

165

Sem muito recurso financeiro, patrocinador ou investidor, o Manaus Futebol Clube, corre o risco de não participar do Campeonato Amazonense desse ano. A afirmação foi do presidente de honra do Gavião do Norte, Luís Mitoso ao PAULOREPORTER, que se mostrou preocupado com a atual situação do clube sem qualquer expectativa de conseguir um grande investidor para ajudar nas despesas que envolvem uma equipe profissional.

De acordo com dirigente, a situação do clube é delicada, mas também de todo futebol amazonense. Sem ter um suporte financeiro para disputar o Estadual, que classifica vagas para Copa Verde, Copa do Brasil e Brasileiro da Série D, torna muito provável disputar a competição.

– O Manaus como muitos outros clubes aqui, não tem patrocinadores. Temos buscado patrocínio e não temos sidos atendidos ou muito menos estamos vendo no final do túnel a esperança do Governo do Estado ou a Prefeitura de Manaus, como não teve ano passado, tanto a Prefeitura e o Governo não ajudaram. Eu passei oito anos tentando aprovar na Câmara Municipal de Manaus uma isenção dos clubes a nível do ISS – concluiu e ainda disse.

– Quando fui vereador, em oito anos fiz projetos, requerimentos, indicações ao prefeito na época, Amazonino Mendes e depois ao Artur Neto e nenhum dos dois tiveram a sensibilidade de atender a isenção do ISS – comentou.

Com pouco dinheiro ou praticamente sem qualquer aporte financeiro, o dirigente, disse que é uma situação muito delicada, pois se o clube se não houver qualquer possibilidade, vai entrar com documento solicitando a saída do Estadual.

– Se tiver uma média de R$ 1 mil por jogador, tendo um total de 25 jogadores, alcança R$ 25 mil de cara, mais a comissão técnica gira em torno de R$ 30 mil, ou seja, de R$ 30 a 40 mil para tentar fazer o futebol com três meses de campeonato, quatro com a pré-temporada. Se chega a R$ 120 mil, isso por baixo, mas se tem outras despesas é muito mais”, concluiu

– Estou fazendo uma conta menor possível para o clube, mas não falo do Manaus, mas qualquer clube que deseja entrar no Campeonato Amazonense com uma despesa de R$ 1 mil, além dos encargos trabalhalistas, alimentação, medicamentos, arbitragem, taxas, enfim, é tanta coisa. O Manaus está repensando se vai entrar no Amazonense. Se o clube não tiver pelos menos R$ 120 mil para começar o campeonato, vai ter prejuízo, vai tirar do bolso e vai gastar dinheiro que não é seu.

Com menos de cinco anos de fundação, o Manaus FC é uma das poucas equipes que não tem muitas dividas no mercado, valoriza as categorias básicas e ao longo do tempo vai ganhando a simpática dos torcedores amazonenses.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.