full screen background image

Iniesta renova com o Barcelona e assina contrato vitalício

164

De Manaus

Augusto Patrick

O Barcelona anunciou nesta sexta-feira, 6/10, a renovação com Andrés Iniesta pelo menos até o fim de sua carreira. O jogador de 33 anos tinha contrato até o final da atual temporada e assinou o novo acordo nesta manhã, anunciado como vitalício pelo clube. No anúncio, o Barcelona ainda usou a expressão “renova pelo resto da vida”, mas na entrevista o presidente Josep Bartolomeu não entrou em detalhes se o meio-campista assumirá outra função no clube ao encerrar sua carreira.

Atualmente a serviço da seleção espanhola, Iniesta se reuniu com o presidente Josep Maria Bartolomeu para acertar os detalhes do contrato. Agora, o camisa 8 pode jogar no Barça por quanto tempo quiser, basta anunciar ao fim de cada temporada se deseja continuar no clube ou não. Aos 33 anos, Iniesta é o capitão do time Blaugrana e já soma 639 partidas com a camisa do Barça, atrás apenas de Xavi na lista de jogadores com mais partidas pelo clube.

No Barcelona desde 1996, sua estreia na equipe principal foi em outubro de 2002, marcou 53 gols e conquistou muitos títulos, que incluem quatro Ligas dos Campeões, três Supercopas da Europa, três Mundiais de Clubes, oito Ligas espanholas, sete Supercopas da Espanha e cinco Copas do Rei,. Iniesta já conquistou 30 títulos como Culé, recorde do clube catalão ao lado de Lionel Messi.

Contrato Inédito na história do clube

Bastante criticado pela demora em renovar contratos, o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, disse que é a primeira vez que o clube assina um contrato do tipo. Hoje, em 118 anos de história, é a primeira vez que o Barcelona faz um contrato vitalício com um jogador. Um contrato que premia um jogador especial. Andrés faz parte desta era que começou em 2003, com muitos sucessos.

Durante toda sua carreira, o meia só vestiu a camisa do Barcelona como atleta profissional. Antes de chegar ao Camp Nou, porém, ele passou pelas categorias de base do Albacete, entre 1994 e 1996, indo depois para os blaugranas para tornar-se uma lenda do futebol mundial. 

– Hoje é um dia muito especial para mim, porque continuo em casa, poder continuar a sonhar e conseguir coisas importantes para este clube, meu clube, que me viu crescer e evoluir. Ser capitão desta instituição é um privilégio”, disse o atleta de 33 anos.



EDITOR - Augusto Patryck Vieira, estudante de Jornalismo e comunicador esportivo. Contatos: (55) 92 99194-6768- Whatsapp/ Email: augustopatryckv@gmail.com