full screen background image

Inter fica no empate com Cruzeiro e perde chance de encostar na liderança

24

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da GAZETA ESPORTIVA

Foto: Ricardo Duarte/Internacional 

Ciente do empate do São Paulo e da oportunidade de deixar a diferença para a liderança em apenas um ponto, o Internacional tentou, foi ambicioso, chegou a parar na trave do goleiro Fábio, mas não conseguiu sair do empate com o Cruzeiro dentro do Mineirão, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em uma partida equilibrada, com leve vantagem para a Raposa, os dois times criaram relativamente pouco e saíram de campo iguais no placar: 0 a 0.

Os primeiros 45 minutos foram de muito estudo, com times bem postados defensivamente e correndo poucos riscos. Precisando dar uma reposta no Brasileiro e motivado pela torcida, o Cruzeiro começou melhor e obrigou duas boas intervenções de Marcelo Lomba. A melhor chance, porém, foi do Internacional com William Pottker, que arriscou de dentro da área e parou no travessão, após um leve toque de Fábio na bola.

O segundo tempo seguiu o mesmo panorama no primeiro, com o Cruzeiro começando melhor, criando duas boas chances e sofrendo com os ataques pontuais do Colorado. Entretanto, diferentemente da etapa inicial, o time mineiro deu menos espaços e passou a ser perigoso em arremates de fora da área e bolas paradas que não culminaram em sucesso. Dessa forma, os dois times saíram sem ir às redes e empataram em 0 a 0.

Depois de atuarem neste domingo, tanto Cruzeiro quanto Internacional terão pouco tempo para descansar, já que ambos volta à campo na próxima quarta-feira, pela 23ª rodada do Brasileiro. No Engenhão, às 19h30 (de Brasília), os comandados de Mano Meneses terão um compromisso contra o Botafogo, enquanto o Colorado faz um confronto direto pelas primeiras posições com o Flamengo, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O JOGO

Jogando em casa e precisando dar uma resposta no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro começou a partida tendo a posse da bola e tentando construir jogadas ofensivas, mas encontrando um Internacional muito bem postado defensivamente, com uma proposta reativa. Nas vezes que não conseguiu conter o ímpeto mineiro, a equipe gaúcha viu Marcelo Lomba brilhar duas vezes seguidas, em chutes de Egídio e Arrascaeta aos nove minutos.

Com o passar dos minutos, o duelo ganhou equilíbrio, com o Internacional mais ativo no campo ofensivo. Do outro lado, o Cruzeiro alternava momentos de pressão alta e contenção para tentar manter o domínio da partida, que não se concretizou em oportunidades claras de gol para nenhuma das equipes. Aos 28 minutos, o Colorado até chegou, mas o cabeceio de Nico López saiu sem direção.

Na reta final da primeira etapa, o Internacional deixou a proposta contida de lado para ser mais efetivo no proveito dos erros do Cruzeiro, apesar da pouca intensidade para isso. Aos 31 minutos, Lomba apareceu para fazer nova defesa em arremate de Bruno Silva, mas a melhor chance dos primeiros 45 minutos ficou mesmo com o Colorado, que aos 37 só não abriu o placar porque o travessão não deixou.

Depois de levar aos trancos e barrancos a jogada individual, Pottker ficou cara a cara com Fábio e encheu o pé, mas a bola explodiu no travessão e saiu. No replay, ficou perceptível um leve toque na bola de Fábio, providencial para o chute não ter morrido no fundo da rede e levado o Inter à frente do placar antes do intervalo.

Assim como no primeiro tempo, o Cruzeiro iniciou muito bem a segunda etapa, pressionando o Inter e criando, em sequência, duas boas chances. Na primeira delas, Raniel parou em Lomba. Na segunda, aos cinco minutos, o atacante até superou o arqueiro Colorado e abriu o placar completando um lance de bola parada, mas viu o tento ser anulado por falta de Bruno Silva na origem da jogada.

Acuado, o Internacional respondeu em uma bola alçada na área aos 12 minutos, que Edenílson fez quase tudo certo, aparecendo como elemento surpresa no meio da área e testando firme, porém, sem direção. Logo depois, aos 15, Jonatan Alvez recebeu e girou, mas chutou para defesa de Fábio.

Após as duas chances, o jogo voltou ao panorama inicial, com o Cruzeiro tomando a iniciativa e criando perigo por intermédio de chutes de longa distância, tanto com Arrascaeta, quanto com Thiago Neves. O domínio Celeste fez Odair Hellmann mudar a equipe, colocando D’Alessandro e Leandro Damião nos lugares de Nico e Jonatan Alvez, em busca de reatar o equilíbrio.

Na reta final, o jogo foi mais aberto e até mais emocionante, muito pelas tentativas do Cruzeiro em abrir o placar. Veloz nos contra-ataques, o Inter passou perto da meta defendida por Fábio, mas assustou pouco efetivamente. No fim, os times saíram de campo com o mesmo placar que entraram e ficaram apenas no empate em 0 a 0.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 x 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Data: 02/09/2018, domingo
Horário: 19h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)

Cartões amarelos: Thiago Neves, Léo e Lucas Silva (Cruzeiro); Jonatan Alvez e Patrick (Internacional)

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Ariel Cabral (Mancuello), Bruno Silva (Rafinha), Lucas Silva, Thiago Neves e Arrascaeta; Raniel (Barcos)
Técnico: Mano Menezes

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Emerson Santos, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick e Nico López (D’Alessandro), Pottker e Jonatan Alvez (Leandro Damião)
Técnico: Odair Hellmann



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.