full screen background image

Jesus revela ligação da CBF antes da convocação e afirma não estar ‘bravo’ por não ser lembrado

69

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da ESPN.com.br

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Gabriel Jesus diz não estar bravo. Esquecido na convocação da seleção brasileira para os amistosos de setembro contra EUA (dia 7) e El Salvador (dia 11), o jogador revelou à ESPN, ainda no Etihad Stadium, após a vitória sobre o Huddersfiled, que recebeu ligação da CBF antes de ser deixado fora da lista.

Autor do segundo gol na goleada por 6 a 1, Jesus disse que não estava “bravo”.

– Ligaram, me ligaram minutos antes da convocação, me avisaram. Fiquei contente pela ligação, mas lógico que não fiquei contente com a não-convocação, isso é óbvio. Eu sempre quero estar jogando aqui, pelo meu país. Não fiquei contente, mas não é porque não fiquei contente que estou bravo com alguém de lá. Muito pelo contrário – disse o jogador.

O jogador preferiu não revelar o que foi conversado.

– O que eles me falaram fica entre a gente, não tenho que ficar falando. Fiquei contente com a ligação – disse. Gabriel afirma não ter se abalado.

– Agora é continuar trabalhando forte, igual eu sempre fiz, para buscar meu caminho, minha oportunidade de volta. Eu sei bem que se trata de seleção brasileira, hoje também aceito que jogadores têm que ter oportunidades – disse ele, antes de elogiar Roberto Firmino, seu reserva na Rússia e provável titular nos amistosos

– Se o Tite e a comissão optaram por dar oportunidades a quem está jogando – como Firmino, que está fazendo um belo trabalho desde a temporada passada -, estou bem tranquilo para recuperar meu espaço – assegura.

Indagado sobre a sinceridade com que avaliou seu desempenho na Rússia, o camisa 33 do Manchester United voltou a dizer que se decepcionou consigo mesmo.

– Eu sou bem sincero, quando se trata de mim, vou sempre responder o que acho e o que penso. Eu acho que não fiz uma Copa como eu esperava, todo mundo esperava, que é fazer gol. O que eu estava lá para fazer, infelizmente não consegui fazer. Tratando-se de 9 da seleção brasileira em uma Copa do Mundo, não tem o que falar, tem que fazer – disse.

O atacante também negou que tenha comemorado o gol no jogo contra o Huddersfiled, de modo tão efusivo, com o intuito de desabafar contra a fase ruim.

– Eu tentei, sempre vou tentar fazer o gol. Antes (do gol), tive duas finalizações. Comemorei normal, não tem alívio, não existe isso de alívio comigo – afirmou.

– Hoje consegui jogar, com e sem a bola. Fiquei muito feliz pelo jogo da equipe, bem consistente, fizemos o que estamos treinando. Conseguimos fazer um belo jogo, um belo resultado, e isso mostra que a ambição de querer fazer história com essa camisa continua a mesma – finalizou o ex-palmeirense.



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.