full screen background image

Jô brilha, Corinthians vira para cima do Fluminense em 3 minutos e é heptacampeão brasileiro

170

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações De Diego Garcia e Igor Resende, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br

Quarta força do estado? Não! O Corinthians é heptacampeão brasileiro.

E foi no melhor estilo corintiano: na raça, com a torcida empurrando. E de virada! A primeira dos alvinegros na competição. O time de Fábio Carille saiu atrás no placar, mas conseguiu vencer o Fluminense por 3 a 1 na Arena, pela 35ª rodada da Série A, e confirmou matematicamente o título.

O zagueiro Henrique colocou o Flu na frente, mas Jô, agora artilheiro da competição, marcou duas vezes de cabeça para garantir o triunfo. Jadson, que entrou muito bem na partida, definiu o placar.

Assim, o time que começou o ano desacreditado chega aos 71 pontos no Brasileirão e já não pode ser alcançado por mais ninguém, a três rodadas do fim da competição.

Só faltou a taça oficial, que, por questões de segurança, não esteve em Itaquera nesta quarta-feira. A festa com ela fica para o dia 25, quando o Corinthians recebe o Atlético-MG – antes, o time alvinegro ainda visita o Flamengo neste domingo.

Do outro lado da festa, o Fluminense segue com 43 pontos, quatro à frente da Ponte Preta, a primeira equipe dentro da zona de rebaixamento agora. O próximo compromisso dos cariocas é na próxima segunda-feira, em casa, justamente contra a Ponte. 

O Corinthians entrou em campo precisando apenas vencer para confirmar o título. Mas era o Corinthians em questão, não poderia ser fácil.

O Fluminense abriu o placar logo no começo de jogo. No primeiro minuto, o time carioca conseguiu um escanteio pela esquerda. Na cobrança, Marcos Júnior colocou na área, o goleiro Caíque França saiu mal e o zagueiro Henrique subiu mais que todo mundo para cabecear para o fundo da rede.

O Corinthians teve a chance de responder na mesma moeda logo depois. Aos 5, Fagner cobrou escanteio na área, e Pablo subiu sozinho, de frente para o gol, mas acabou errando o alvo e mandando a bola por cima.

O time alvinegro até passou a dominar a posse de bola, mas teve muitas dificuldades para criar boas jogadas. Quem criou a próxima grande chance, na verdade, foi o Fluminense. Em jogada pela esquerda, Henrique Dourado colocou a bola na área e viu Gustavo Scarpa cabecear. A bola parecia ter endereço, mas bateu em Arana no meio do caminho.

Depois, o Flu ainda chegou a reclamar de pênalti de Pedro Henrique no mesmo Scarpa, mas o juiz, muito perto do lance, mandou seguir.

A única grande jogada trabalhada do Corinthians saiu aos 30 minutos. Romero achou Fágner pela direita. O lateral invadiu a área e bateu cruzado e rasteiro. Jô chegou de carrinho na segunda trave, mas não conseguiu alcançar a bola.

Caíque ainda deu mais um susto na torcida alvinegra ao sair mal em uma cobrança de falta e fazer uma defesa estranha após cabeçada de Reginaldo.

Sem conseguir criar, o Corinthians voltou com uma mudança no segundo tempo. Carille tirou Camacho, mandou Jadson a campo e tentou colocar o time mais para frente.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Clayson teve espaço pela esquerda e cruzou com perfeição. Jô se antecipou à zaga e mandou de cabeça para a rede.

Aos 3, a virada! Após chute para frente de Caíque, Jô desviou para Clayson, que tentou o cruzamento. A bola acabou indo em direção ao gol e bateu no travessão. Sem ninguém afastar o perigo, o mesmo Jô apareceu para cabecear de novo para a rede. Foram os dois primeiros gols de cabeça de Jô, que agora lidera a tabela de artilheiros com 18 tentos, um a mais do que Henrique Dourado.

Com o placar mudado, o jogo também teve outra postura, com o Fluminense tentando ficar mais com a bola. Logo aos 7, Henrique Dourado chegou a ter boa chance de frente para o gol, mas foi travado com perfeição por Pedro Henrique.

Mas o Flu também sentiu suas dificuldades em criar. Os maiores perigos vinham em chutes de longe. Primeiro Wendel e depois Scarpa chegaram a assustar o goleiro Caíque, mas erraram o alvo por pouco.

Aos poucos, porém, o Corinthians foi se acertando atrás. E definiu o titulo na frente.

O primeiro aviso veio aos 37 minutos. Jadson aproveitou sobra de bola na entrada da área, fez bom drible e bateu consciente, no cantinho. A bola parecia perfeita, mas acabou batendo no poste.

O gol não saiu ali, mas aconteceu três minutos depois. O mesmo Jadson recebeu a bola pelo lado direito da área, achou espaço e bateu cruzado para fazer a bola estufar mais uma vez a rede de Cavalieri.

Tranquilidade, pressão, Sertãozinho e muito orgulho: com pai ao lado, Carille conversa com Zé Elias

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 3 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 15 de novembro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kléber Lucio Gil e Neuza Ines Back (ambos de SC)
Público: 45.775 pagantes
Renda: R$ 2.882.688,00
Cartões amarelos: Gabriel (Corinthians); Léo, Henrique Dourado, Reginaldo, Pedro, Henrique e Lucas (Fluminense)
Gols: CORINTHIANS: Jô, a 1 e aos 3 minutos, e Jadson, aos 40 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Henrique, a 1 minuto do primeiro tempo

CORINTHIANS: Caíque; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho (Jadson), Romero, Rodriguinho e Clayson (Maycon); Jô (Danilo). Técnico: Fábio Carille

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Marlon Freitas (Pedro), Wendel, Júnior Sornoza (Matheus Alessandro) e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior (Peu) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.