full screen background image

Manaus empata com Sul América e conquista o título inédito do Amazonense juvenil

140

Com pouco mais de três anos de fundação, o Manaus Futebol Clube conquista seu primeiro título no Campeonato Amazonense juvenil da temporada de 2016. A garotada do Gavião do Norte empatou no jogo de volta com Sul América em 1 a 1, na noite desta quarta-feira, dia 1º de fevereiro, no Estádio Carlos Zamith, zona Leste da capital. Na primeira partida da final, o Manaus goleou o Sulão por 5 a 1, no último domingo (29/01).

Foi a segunda conquista do Manaus no futebol de base do Amazonas. O clube já tinha conquistado o feito inédito do Amazonense de juniores. Segundo o treinador do Manaus, Roberley Assis, ele disse ao SPORTS MANAUS, que o trabalho realizado para se chegar no topo do campeonato, se deve a muita dedicação, trabalho debaixo de sol e chuva, mas principalmente ele escreve sua história.

Treinador do Manaus disse que a conquista é o resultado de muito trabalho e esforço de todos (crédito: Paulo Rogério)

– O clube deu toda estrutura, mas corremos atrás de mais suporte. O título é um prêmio para qualquer time e qualquer clube. Com certeza, a partir de agora nós entramos para a história do Manaus, sendo o primeiro título juvenil do clube. Por coincidência, o primeiro título também do Roberley Assis, como treinador.

De acordo com técnico do Trem da Colina, Marcelo Galvão, a equipe veio com outra proposta para o segundo jogo. Para ele, sua equipe foi muito bem no primeiro tempo, mas no segundo tempo um pênalti marcado pelo árbitro venezuelano, Freddy Fernandez, complicou como um todo o Sul América.

Marcelo Galvão reclamou do árbitro da partida a expulsão e marcação do pênalti (crédito: Paulo Rogério)

– Logo no início da segunda etapa, o árbitro fez uma palhaçada num lance que o goleiro sofreu a falta, mas ele revidou e ele deu pênalti. Com isso, ainda expulsou meu goleiro. A partir daí não teve mais jogo, porque com um amenos ficou mais difícil. A garotada está de parabéns e quem assistiu ao jogo viu a qualidade dos jogadores do Sul América.

Gols e paralisação

O Sul América abriu o marcador no final do primeiro tempo, com zagueiro Cavalo, que aproveitou um tiro de canto pela esquerda e fez de cabeça, 1 a 0. No início do segundo tempo, o árbitro marca pênalti a favor do Manaus, depois que o goleiro do Sulão com a bola nas mãos acertou o rosto do adversário.

De costas, presidente do Sulão reclamou ao árbitro o lance da expulsão do goleiro (crédito: Paulo Rogério)

O presidente do Sul América, Luiz Costa, inconformado com a atuação do árbitro venezuelano, entrou em campo para reclamar a expulsão do goleiro no lance penal. Na oportunidade, o dirigente sul-americano pediu para seus jogadores saírem de campo, mas depois de oito minutos de paralisação, tudo foi contornado.  Na cobrança, Ravier, acabou chutando no canto direito e a bola foi para fora.  

Já nos acréscimos, o jogador Eduardo mostrou categoria e com um toque sutil por cobertura marcou o gol de empate, selando em definitivo o título inédito do Manaus no Amazonense juvenil.

Jogo foi muito disputado entre as duas equipes no segundo jogo da final (crédito: Paulo Rogério)



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.