SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“O Flamengo visa sempre a vitória”, afirma treinador rubro-negro sobre jogo com Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Foto: Marcelo Cortes/CRF

Depois do resultado negativo em casa, a única meta das meninas do Flamengo é conquistar uma grande vitória em cima do Iranduba, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1. O jogo será neste domingo, 6/9, às 16h (17h de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus. A equipe rubro-negra ocupa a 12ª colocação, com sete pontos, mas jogando fora de casa tem uma vitória, uma derrota e um empate.

Do Rio de Janeiro, Celso José da Silva Júnior, 34, no comando do Flamengo desde julho, tem a chance de trabalhar pela primeira vez como treinador. Para ele, a partida é muito difícil, principalmente pelo último resultado do Hulk da Amazônia, mas disse que sua equipe vem para sair com uma vitória.

– O objetivo para todo jogo é a vitória. Por exemplo, contra o Corinthians era um adversário extremamente difícil, um elenco forte, onde tem esse contexto também. A gente tem que levar isso em consideração, mas nós entramos para ganhar qualquer competição. O Flamengo visa sempre a vitória, principalmente, devido a nossa colocação na tabela perto do Iranduba. Esse jogo toma um caráter mais importante ainda. A gente tem que ir com único pensamento e exclusivo da vitória – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda lembrou.  

Time rubro-negro perdeu na última rodada, mas busca a recuperação na partida em Manaus (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

– O resultado positivo do Iranduba torna o nosso desafio mais difícil, pois elas virão com nível de confiança alto. Respeitamos muito o Iranduba, é um time que vem mostrando sua força no futebol feminino nos recentes anos, mas a gente também quer mostrar a nossa força. Com isso, torna-se uma partida bem interessante, porque o Iranduba vem de um resultado positivo e a gente de um negativo, porém, necessitamos muito da vitória em um palco de Copa do Mundo. A melhor forma de respeitar o adversário é dar tudo em campo e buscar os três pontos até o final do jogo – revelou.

Ocupando uma zona de perigo na tabela de classificação, o jovem comandante do Flamengo, afirmou sua preocupação de reverter a atual situação do time para avançar no campeonato e apostando no elenco, mas principalmente na força da camisa rubro-negra.

– Nosso primeiro objetivo é correr atrás do prejuízo, pois a gente precisa se afastar da zona de baixo. O segundo plano, a gente visa a classificação entre os oitos. O campeonato é por etapas, e da mesma forma nossos objetivos também é por etapas. Classificando entre as oito melhores, vamos seguir passo a passo. O Flamengo quando entra no campeonato é um time de camisa é time grande. A gente não pode ter nenhum objetivo diferente que não seja o título – pontuou, porém, lamentou o longo período parado, mas ao mesmo tempo celebrou por outros motivos.

– A gente ficou quatro meses basicamente sem atividades formal, certamente prejudicou não só a gente, mas todo mundo, principalmente por uma questão de perda de ritmo e na preparação física. No primeiro momento, a gente teve essa preocupação dos retornos individuais ao treinamento, e posteriormente, os coletivos. Talvez se fosse pontuar algo positivo nisso tudo foi quem estava lesionado, porque teve mais tempo para se recuperar e voltar mais nivelado com o grupo. No contexto geral, essa parada atrapalhou nosso planejamento esse ano – finalizou Celso Júnior.

Outras postagens...

No segundo jogo pela Série B AM, Librade é goleado pelo Sul América por 5 a 0

Paulo Rogério

No clássico Rio-Nal, Nacional sai na frente, mas o Rio Negro empata nos acréscimos na abertura do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

“Já passou por times grandes do Brasil”, afirma diretor do Amazonas sobre futuro treinador

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...