SportsManaus
NOTÍCIAS

O que o Uruguai fez para vencer os sauditas e garantir classificação

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações do LANCE! – Rostov (Rússia)

Em seu 100º jogo com a seleção, Suárez é decisivo e faz o único gol da vitória do Uruguai sobre a Arábia Saudita. Celeste garante vaga na próxima fase de forma antecipada 

Foto: Divulgação/FIFA

O Uruguai garantiu a classificação para a próxima fase da Copa do Mundo, nesta quarta-feira, em Rostov. Com gol de Suárez, a Celeste venceu a Arábia Saudita por 1 a 0 e garantiu sua segunda vitória na competição. O resultado também serviu para classificar a Rússia e definir o Grupo A.

Recordes e marcas
A partida foi especial para Suárez e Muslera. O atacante do Barcelona fez a sua 100ª partida com a seleção uruguaia e, com o gol marcado, se tornou o único uruguaio a marcar gol em três edições diferentes de Copas do Mundo. Muslera, por sua vez, igualou o recorde do ex-goleiro Ladislao Mazurkiewicz como o jogador que mais atuou com a camisa do Uruguai na competição, com 13 partidas disputadas.

Laterais funcionam
O meio campo demonstrou dificuldades na criação das jogadas. Com pouca criatividade, sobrou para os laterais o apoio ofensivo com mais intensidade. O lateral-direito Varela demonstrou mobilidade e participou bem da partida.

Gol nº52
Com tranquilidade e facilidade de impor seu ritmo de jogo, o Uruguai abriu o placar na sua principal jogada: bola parada. Após escanteio, o atacante Luis Suárez aproveitou a falha do goleiro Al-Owais e não teve trabalho para empurrar para o fundo das redes. Em seu 100º jogo com a camisa Celeste, Luisito fez seu 52º gol, média de um gol a cada dois jogos.

Hatan Babhir
A Arábia Saudita precisava da vitória e foi para cima do Uruguai, porém, esbarrou na falta de capricho e criatividade. Al-Muwallad ficou isolado no comando de ataque e dependia da aproximação dos meias, que em poucas vezes conseguiu furar a defesa uruguaia. O meia Hatan Babhir, com chutes de fora da área e aparecendo como elemento surpresa no ataque, foi um dos destaques da equipe saudita.

Novas mudanças, velhos problemas
O técnico Óscar Tabárez fez duas alterações no time titular do Uruguai. Sánchez e Rodríguez entraram no lugar do volante Nández e do meia De Arrascaeta, respectivamente. As alterações trouxeram mais profundidade, visto que Sánchez e Rodríguez atuam mais abertos, além de trazer experiência e força na marcação. Mas os jogadores tiveram dificuldades na criação das jogadas e demonstraram falta de criatividade, principalmente Cristian Rodríguez.

Fragilidades antigas
A Arábia Saudita sentiu o gol sofrido e conforme o tempo foi passando suas fragilidades foram ficando cada vez mais expostas. A dificuldade na criação ficou cada vez mais evidente. Al-Jassim e Al-Dawsari não fizeram bom jogo e não conseguiram encontrar meios para furar o estilo de jogo uruguaio. Contra a Rússia, na estreia, as mesmas dificuldades. Faltou dinamismo aos sauditas, que mesmo com as substituições, não conseguiu mudar seu padrão de jogo.

Fique de olho
Com o domínio da partida, Tabárez resolveu experimentar caras novas na Celeste. Torreira, que entrou no primeiro jogo, mas jogou pouco, entrou no lugar de Vecino, enquanto o jovem meia Laxalt entrou no lugar de Rodríguez. Torreira, que já havia feito boa partida contra o Egito, repetiu a atuação positiva e surge como uma promessa no futebol. Com um meio campo ainda indefinido, o jogador pode virar opção na vaga de titular.

Cavani ainda sem marcar
Contra o Egito, na estreia, Cavani foi mais efetivo que Suárez. Nesta quarta-feira, Suárez foi melhor que o parceiro de ataque. Cavani apresentou a boa movimentação de sempre e apareceu mais fora da área para buscar as jogadas. Participando da criação das jogadas, com bons passes, Cavani não teve muitas oportunidades de gol. A melhor, já no final do segundo tempo, parou nas mãos de Al-Owais. Com isso, o Uruguai conseguiu sua segunda vitória na competição com o placar mínimo.

Agenda
O Grupo A se encerra nesta segunda-feira (25/06), às 11h. Uruguai e Rússia se enfrentam, em Samara e decidem quem vai se classificar na primeira colocação. Arábia Saudita e Egito cumprem tabela, em Volgogrado.

URUGUAI 1 X 0 ARÁBIA SAUDITA
Local: Rostov Arena (Rostov)
Data-Hora: 20/06/2018 – 12h (de Brasília)
Árbitro: Clement Turpin (FRA)
Auxiliares: Nicolas Danos e Cyril Gringore (FRA)
Público: 42.678
Cartões amarelo: –
Cartões vermelho: – 
Gols: Suárez (23’/1ºT)

Uruguai: Muslera; Varela, Giménez, Godín e Cáceres; Bentancur, Vecino (Torreira, aos 13’/2ºT), Carlos Sánchez (Nández, aos 36’/2ºT) e Rodríguez (Laxalt, aos 13’/2ºT); Suárez e Cavani

Arábia Saudita: Allowais; Al-Burayk, Hawsawi, Al-Boleahi e Al-Shahrani; Ateef, Al-Jassim (Al-Moghawi, aos 43’/1ºT), Al-Faraj, Hatan (Kanno, aos 30’/2º) e Al-Dawsari; Al-Muwallad (Al-Sahlawi, aos 32’/2ºT)

Outras postagens...

Jornal italiano aponta Flamengo como ‘provável destino’ de Gabigol, mas faz ressalva

Paulo Rogério

Para ganhar experiência, alunos do 3º período de jornalismo fazem cobertura do AM no perfil “Reis do Futeba”

Paulo Rogério

Renato nega clima de revanche contra o Fla e elogia Jorge Jesus

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol