Site www.sportsmanaus.com.br full screen background image

Palmeiras vence o Colo-Colo, mantém 100% fora e sai na frente pela semi da Liberta

28

Da redação do SPORTSMANAUS, com informações da GAZETA ESPORTIVA

Foto: Martin Benetti/AFP

A vaga está no colo do Palmeiras. Nesta quinta-feira, o Verdão foi a Santiago e venceu o Colo-Colo no Estádio Monumental por 2 a 0, pela partida de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. Bruno Henrique abriu o marcador com dois minutos do primeiro tempo e Felipão brilhou na etapa final ao alterar taticamente sua equipe e ver Dudu fechar o marcador.

Antes que qualquer análise das duas equipes pudesse aparecer, o Palmeiras abriu o placar. Borja brigou na entrada da área, roubou a bola e tabelou com Dudu. O colombiano cruzou para dentro da área, Moisés dominou e rolou para Bruno Henrique finalizar para as redes.

O começo eletrizante do Verdão foi fruto da postura da equipe de Luiz Felipe Scolari nos primeiros minutos de jogo. Quando abriu o placar, o Alviverde tinha cinco atletas dentro da área, além de Thiago Santos posicionado na meia-lua.

E à frente no marcador, a superioridade técnica palestrina prevaleceu até os 15 minutos. À vontade no jogo, o Maior Campeão do Brasil diminuiu o ritmo e trocou passes no meio-campo, à espera de uma brecha na defesa chilena.

O Colo-Colo, por sua vez, dependia da magia de Valdivia para chegar ao campo ofensivo. O camisa 10 teve ótima atuação, mas muito longe da área, não conseguia ser decisivo, já que precisava construir as jogadas dos mandantes a partir do segundo terço do campo.

Em meio a duas oportunidades perdidas por Dudu, as únicas chances reais de gol do Colo-Colo foram aos 25 minutos, em chute de Paredes, desviado por Antônio Carlos, e aos 42, quando Weverton salvou cruzamento direto para a área e Barrosos desperdiçou sem goleiro no rebote.

O principal ponto negativo do Palestra ficou por conta da marcação de meio-campo. Apesar de Bruno Henrique ser o melhor homem em campo, Thiago Santos, substituto de Felipe Melo no jogo, sofreu muito para marcar, levou duas canetas de Barrios, foi amarelado e não conseguiu roubar nenhuma bola. Para piorar, em um dos dribles sofridos, Bruno Henrique precisou fazer falta e também foi advertido com o cartão amarelo.

Palmeiras passa sufoco no segundo tempo, mas amplia vantagem com brilho de Felipão

Na etapa final, o panorama da partida mudou. O Colo-Colo voltou melhor do intervalo e pressionou o Palestra pelo empate. O Verdão, apostando nos contra-golpes, teve boas oportunidades com Dudu, mas novamente o camisa 7 desperdiçou. Foi então que apareceu a genialidade de Luiz Felipe Scolari.

Primeiro, o treinador sacou Borja e colocou Jean em campo, tirando o Palmeiras do 4-3-3 para o 4-4-2, com o camisa 2 aberto pela direita, e Dudu e Willian na frente. A alteração não foi suficiente para conter o ímpeto dos chilenos e Felipão mudou de novo.

O técnico tirou o amarelado Thiago Santos e mandou a campo o paraguaio Gustavo Gómez. A partir desse momento, o Alviverde voltou a dominar o jogo. Pela primeira vez com três zagueiros desde que Felipão chegou ao clube, o Verdão teve Jean e Bruno Henrique como volantes e Dudu e Willian espetados na frente. Foram apenas quatro minutos de 5-3-2 até que o Maior Campeão do Brasil ampliasse sua vantagem.

Com 32 jogados, Willian puxou contra-ataque, invadiu a área, cortou para dentro e bateu no gol. Orión conseguiu grande defesa, a bola bateu na trave e sobrou nos pés de Dudu, que dominou e encheu o pé direito para estufar as redes.

Nos acréscimos ainda houve tempo para nova atuação do VAR nesta Libertadores. Damián Pérez fez falta em Mayke na linha de fundo e recebeu o cartão amarelo. Após ser avisado por Mauro Vigliano, porém, Andrés Cunha revisou o lance no monitor e decidiu expulsar o chileno.

FICHA TÉCNICA 
COLO-COLO-CHI 0 x 2 PALMEIRAS

Local: Estádio Monumental David Arellano, em Santiago (CHI)
Data: 20 de setembro de 2018, quinta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Andres Cunha (PAR)
Assistentes: Nicolas Taran e Richard Trinidad (PAR)
VAR: Mauro Vigliano (PAR)

Cartões amarelos: Baeza (COLO-COLO); Thiago Santos e Bruno Henrique (PALMEIRAS)
Cartão vermelho: Damián Pérez (COLO-COLO)

GOLS
PALMEIRAS: Bruno Henrique, aos três minutos do segundo tempo; Dudu, aos 32 da etapa final

COLO-COLO-CHI: Orión; Zaldivia, Insaurralde e Barroso (Pavez); Opazo, Carmona, Baeza (Valdés), Valdivia e Pérez; Barrios e Paredes
Técnico: Héctor Tápia

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Gustavo Gómez), Bruno Henrique e Moisés; Dudu (Lucas Lima), Willian e Borja (Jean)
Técnico: Luiz Felipe Scolari



Paulo Rogério/sportsmanaus@gmail.com

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) / +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.