SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Presidente do Fast lamenta desligamento de Alberone e deve anunciar em algumas horas o novo treinador

Foto: Reprodução

Uma semana depois de ser aclamado novo presidente do Fast Clube, para o quadriênio 2019/2013, Denis Cabral Albuquerque, 36 anos já tem pela frente um grande problema. Na manhã deste sábado, 29/12, o treinador Alberone Souza, pediu desligamento do cargo, alegando incompatibilidade com seu trabalho em uma faculdade particular. O Fast vai disputar o Campeonato Amazonense da Série A, a Copa do Brasil e o Brasileiro da Série D em 2019.

Para o recém gestor do Tricolor de Aço, a notícia pegou todos da diretoria de forma inesperada. Ele disse ao SPORTSMANAUS, que Alberone já estava realizando um trabalho nos bastidores, desde o início do segundo semestre deste ano.

– O Alberone já vinha trabalhando com a gente desde agosto, quando tivemos o primeiro contato. Ele acreditou no projeto apresentado por mim, mas infelizmente ele não estará conosco. O desligamento é coisa pessoal, ele é funcionário de uma faculdade particular. Ele tinha uma acordo com um diretor da instituição, mas foi trocado e outra direção que assumiu não o liberou.

Novo treinador

De acordo com Denis Albuquerque, a diretoria não perdeu tempo, e se reuniu imediatamente para analisar três nomes para substituir Albertone o mais rápido possível. Segundo ele, o novo comandante será anunciado em algumas horas.

– Um treinador é de fora, já treinou no Amazonas, conhece nossa realidade e a região, mas ele não está mais aqui. Dos três, os outros dois são da cidade e um de fora. A propostas foram colocadas na mesa com projeto apresentado. Acho que até no final da noite ou mais tardar amanhã (domingo), teremos essa definição – disse, mas ainda acrescentou.

– Um deles já passou pelo Fast, mas há muito tempo atrás. As coisas estão bem adiantadas, todos eles são profissionais de alto gabarito, esperamos que qualquer um que venha possa fazer um grande trabalho e levar o Fast ao tão sonhado título de 2019, além de uma grande participação na Copa do Brasil e depois na Série D.

Procurando guardar todas as informações possíveis sobre o novo treinador, devido o andamento das negociações, o presidente soltou alguns detalhes que podem dar uma dica de quem pode assumir o Rolo Compressor ano que vem.

– Nenhum deles ainda não foi campeão local. O que está fora já trabalhou no Amazonas e foi vice-campeão. O outro técnico é conhecido do futebol amazonense, altamente campeão, mas no Fast não foi ainda, mas por onde passou foi campeão. De repente, se for ele, que em 2019 possa ser mais uma vez campeã, mas pela primeira vez no Fast – finalizou.

Descartado

Pergunto se o treinador campeão pelos clubes que passou no futebol amazonense era Aderbal Lana, o dirigente foi categórico ao afirmar que não houve nenhum contato com ele.

– O Fast, e eu não conversamos com Lana. Não sou irresponsável em dizer que falei com ele, até porque o professor merece respeito, tem todo nosso carinho por tudo que fez pelo futebol amazonense, mas não é o Lana para deixar bem claro. O clube não entrou em contato com ele, até porque para depois dizerem ‘ah, o presidente eleito disse que conversou com Lana’, mas não é ele – afirmou.

Outras postagens...

De virada, Holanda vence Rio Negro e sai da zona de rebaixamento do Amazonense

Paulo Rogério

De olho na Copinha, Holanda vence Tarumã e conquista o Amazonense Sub-21

Paulo Rogério

Manaus disponibilizará ‘combo’ para jogos da Série C

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol