SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL AMAZONENSE

Presidente em exercício da FAF confirma calendário do estadual e justifica: “CBF estipulou a janela de competição”

‘Janela de competição’, esse foi o principal motivo apresentado pelos dirigentes da FAF, para não adiar o início do Campeonato Amazonense da Série A, de 26 de janeiro à 2 de abril, na reunião com os representantes dos 12 clubes. A ideia foi levantada pelo diretor de futebol do São Raimundo, mas não acatada pelos representantes. O encontro foi realizado, na tarde desta segunda-feira, 10/1, no auditório Antônio Prudente da Costa, na sede da federação, no centro da cidade.

O presidente em exercício da FAF, Dr. Pedro Augusto, afirmou que não havia como mudar o período de realização do estadual, pois este ano é muito atípico, em função da realização da Copa do Mundo Qatar 2022.

– Não há essa previsão de adiamento, porque o calendário nacional da CBF estipulou a chamada ‘janela de competição’, ou seja, as competições regionais das federações aconteçam de 26 de janeiro a 3 de abril. A federação está trabalhando responsavelmente com os presidentes dos clubes, e o nosso campeonato será de 26 de janeiro a 2 de abril. A partir desta data, acontecerão os jogos da Copa do Brasil, Série D e outras competições nacionais – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda completou.

– Se a gente adia o final da competição, pode conflitar com outras competições nacionais. Com isso, nossa preocupação passa a ser o aporte financeiro que esses clubes terão para bancar seu plantel no campeonato local e na competição nacional, que pode acontecer hipoteticamente – salientou o cartola da FAF.

De acordo com o dirigente, a entidade não pensou apenas na mudança de data, mas principalmente os efeitos que causariam uma possível mudança no calendário de jogos, seja no início ou final da competição.

– Se uma equipe A jogar na quarta-feira, e no sábado ter um compromisso nacional, onde esse time volta a Manaus para ter outro jogo, enfim, o custo dessa pretendida proposta, caso acontecesse, causaria esse tipo de transtorno. A federação não pode só pensar em cumprir tabela, mas tem que se preocupar com o clube. Nesse sentido, a gente vai procurar toda estrutura para a competição acontecer de 26 de janeiro à 2 de abril – justificou Pedro.

 

Outras postagens...

Com homenagens e atuação fraca de árbitro, Manaus vence Princesa pela Taça Aderbal Lana

Paulo Rogério

Em casa, Fast Clube vence Atlético-AC e segue com chances de classificação na Série D

Paulo Rogério

Depois de confusão, presidente do Nacional diz que não vai proibir acesso do torcedor

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol