SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Presidentes de clubes da Série A do AM se reúnem com diretoria da Rede Amazônia

Para buscar mais apoio, uma divulgação maior, mas principalmente insatisfeitos com o contrato de transmissão dos jogos do Campeonato Amazonense da Série A, com a TV A Crítica, presidentes dos oitos clubes da primeira divisão e outros da divisão de acesso desse ano, se reuniram com a direção da Rede Amazônica, na tarde desta quinta-feira (28/09), O assunto em pauta foi a possibilidade de uma futura transmissão do Estadual e até mais espaços da grade da emissora para divulgar o futebol amazonense.

Debutante no futebol profissional, mas atual campeão da temporada, com apenas cinco anos de fundação, o presidente do Manaus, Giovanni Alves, foi um dos dirigentes que participou da reunião. Para ele, os clubes precisam encontrar alternativas para sobreviver no Campeonato Amazonense ano que vem.

“Foi uma reunião que tivemos entre os clubes e fomos conversar com a direção da Rede Amazônica, onde falamos com a diretoria da emissora dentro da área de esportes. A questão que foi falado é ajuda. Até a própria segunda divisão, que vai começar agora em novembro foi para pedir um apoio ao campeonato”, disse e afirmou que visitas vão acontecer em outras emissoras.

“Não vamos parar somente na Rede Amazônica, mas vamos procurar a TV Bandeirantes. Nós estamos procurando alguma outra rede que possa nos ajudar, porque nós temos a certeza que numa conversação com Dissica, Tomaz Calderaro e o Dissiquinha, não vamos ter problema algum de buscar novos parceiros, pois os outros clubes estão precisando, mas não foi falado nada de dinheiro na Rede Amazônica”, afirmou ao SPORTSMANAUS.

Segundo Giovanni Alves, os clubes estão totalmente insatisfeitos com o atual contrato em vigor da transmissão do Campeonato Amazonense. Para ele, e preciso ser revisto para que possa atender todos os clubes participantes da competição.

“O contrato que temos hoje com a TV A Crítica, pode ser conversado. Até porque o contrato se formos falar em regimento e cumprimento do contrato, tem muitas coisas que não está de acordo com o contrato, tem coisas que poderia até chamar de quebra de contrato”, alertou.

Outras postagens...

Discussion: Millennials Aren’t All London Luvvies

Paulo Rogério

Samel testará elenco esmeraldino no retorno às atividades

Paulo Rogério

Com boa vantagem, técnico do Fast diz que postura da equipe não muda para final do AM júnior

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol