full screen background image

“Quero buscar a vaga na Série D”, disse o novo técnico do Penarol-AM, conhecido como promotor de acesso

76

Conhecido no futebol pernambucano como promotor de acessos, o paraibano, Humberto Campos, terá a missão de comandar o Penarol no Campeonato Amazonense da Série A, mas principalmente de brigar pelo título da temporada e colocar o Leão da Velha Serpa na disputa das competições nacionais em 2018.

Humberto Campos é um profissional que gosta de desafios com equipes consideradas pequenas, tendo conquistados bons resultados ao longo de sua carreira. O treinador, consagrado no futebol nordestino, conseguiu o acesso do Pesqueira para primeira divisão de Pernambuco, em 2013, sendo no mesmo ano, o acesso do América-PE, e no ano seguinte no comando do Central-PE a vaga para disputa do Brasileiro da Série D.

Com exclusividade ao SPORTS MANAUS, de Recife, antes da viagem a capital amazonense, quando deve chegar no início da tarde desta terça-feira, 20, na cidade de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), o treinador disse que vem para lutar por títulos e não pode ser diferente das equipes que atuou.

– Uma das coisas que me motivou também a vir trabalhar no clube foi o fator de ter uma torcida que gosta de futebol e gosta do clube. Quero buscar a vaga para Série D, claro dependendo do investimento que o clube vai fazer – disse e ainda acrescentou:

– Trabalhei em outras equipes, por exemplo, o Treze-PB, que no Nordeste está entre a cinco maiores torcidas, onde tive uma passagem de dois anos no Central-PE, com uma torcida muito exigente e apaixonada. Nesse time, foi até jogador por duas temporadas. O bom disso, é essa adrenalina do torcedor fanático que vai nos ajudar nessa campanha – comemorou.

De acordo com Humberto Campos, tão logo chegue a Itacoatiara, não vai perder tempo e terá sua primeira reunião com a diretoria do clube para saber tudo sobre o elenco e as necessidades de reforços para o Amazonense.

– Vou me reunir quando chegar com presidente e o gerente de futebol. Vamos tratar dessa questão das contratações para o Campeonato Estadual. Acho que no final dessa semana vou ficar a par da situação do clube, quais são as posições que está carente, enfim, para fazer algumas indicações de atletas e fazemos um campeonato bom, mas principalmente buscamos o objetivo do clube na temporada – contou e afirmou que tem boas informações da equipe.

– As informações que tenho do Penarol são de referência. A atual diretoria tem como referência de sempre cumprir o prometido, são pessoas que estão voltando ao clube, com seriedade, principalmente o presidente, além disso, o time foi bicampeão Estadual em 2010 e 2011 e tem uma cidade que gosta de futebol. São algumas situações que me deixou muito entusiasmado para fazer esse trabalho.

Para quem não tem costume de um trabalho sério e de comprometimento, o novo técnico foi bem enfático ao afirmar que é muito rígido, porém, como foi jogador tem um lado compreensivo para administrar eventuais situações que possam surgir na equipe.

– Sou um treinador muito disciplinador, cobro muito a disciplina e horário e que um atleta seja obediente taticamente em campo. Aos poucos vou implantar minha filosofia, mas também sou um parceiro do atleta, porque fui jogador por 20 anos.

Segundo Humberto Campos, o convite surgiu do diretor de futebol, Sérgio Rodrigues, há cerca de 10 dias em negociação.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.