full screen background image

Sem dificuldades, Rio Negro vence São Raimundo, no primeiro clássico do Amazonense

262

No primeiro clássico do Campeonato Amazonense, o Rio Negro não jogou bem, mas venceu sem dificuldades o São Raimundo por 2 a 0, com gols de Leonardo e Charles. O jogo foi realizado no Estádio da Colina, zona Oeste da cidade. Com resultado, o Galo Carijó ficou em primeiro lugar na classificação, à frente de Fast Clube, Princesa do Solimões e Manaus, também com três, mas atrás pelo critério desempate.

Para se manter na liderança, o próximo jogo do Rio Negro será diante do Manaus FC, na terça-feira, 21, às 19h (20h de Brasília), no Estádio da Colina. A partida será a preliminar da rodada dupla, sendo o confronto de fundo, entre Holanda e Nacional, às 21h (22h de Brasília). Já o São Raimundo vai buscar sua primeira vitória diante do Penarol, também na terça-feira, às 16h (17h de Brasília), no Estádio Floro de Mendonça, na cidade de Itacoatiara (a 178 quilômetros de Manaus).

Com dificuldades na semana da estreia para realizar um trabalho no campo, Aderbal Lana, lamentou ao SPORTS MANAUS a preparação do Rio Negro ter sido realizada numa quadra, mas garantiu que tudo vai mudar a partir dessa semana com os treinos em campo gramado.

Na semana da estreia, Lana lamentou falta de campo para treinar (crédito: Paulo Rogério)

– Nós não temos campo para treinar, mas treinamos numa quadra. Acredito que a partir desta segunda-feira, vai melhorar isso, porque vamos ter nosso local para as atividades. Sobre o jogo, fizemos uma análise no primeiro tempo e no segundo trabalhamos mais pelos lados do campo.

Muito criticado pela torcida por ter contratado uma base do município de Fonte Boa, o treinador do São Raimundo, Lúcio Braga, disse que os jogadores do interior não tiveram influência no resultado. Para ele, o problema foi não ter contado com alguns jogadores não regularizados no BID.

 – Fiquei sem contar com alguns jogadores que contava para partida, mas ficaram de fora, porque não saíram no BID.  Tinha minha equipe escalada, mas depois não tinha como, por esse motivo. A equipe que trabalhei na semana ficou praticamente de fora, e isso nos prejudicou muito – lamentou.

Jogo

Treinador do Tufão da Colina lamenta alguns jogadores não terem sido regularizados (crédito: Paulo Rogério)

Em campo, o Rio Negro dominou completamente a partida, mas mostrou um desentrosamento na parte tática, pois o treinador Aderbal Lana, encontrou dificuldades para preparar o elenco num campo de futebol. Já o São Raimundo sofreu duras críticas pela parceria de ter uma base da equipe sub-19 de Fonte Boa (a 678 quilômetros da cidade).

O primeiro lance de perigo foi do São Raimundo, aos 22 minutos de jogo. Pela direita, Rodolfo avança e chuta na trave. Um minuto depois o Galo deu o troco. O meia Delciney de frente para meta chuta no canto direito com perigo.

O Rio Negro tinha a posse de bola, e procurava as jogadas para entrar na defesa do São Raimundo. Aos 29 minutos, Wagner Diniz, cobra tiro de canto pela direita, a bola sobra para Leonardo de voleio, mas o goleiro Mazon evita o gol.

No final do primeiro tempo, três lances de perigo do Galo. Aos 41 minutos, Rodrigo Ítalo cobra falta próximo da meia lua da grande área e o goleiro defende. Aos 44 minutos, em nova chance, Rodrigo Ítalo pela direita cobra uma falta e Rafael Vítor quase marcou de cabeça.  No último lance, aos 45 minutos, pela direita Arthur toca para trás e Leonardo chuta em cima do goleiro.

Mesmo sem entrosamento, Rio Negro foi melhor no clássico com São Raimundo (crédito: Paulo Rogério)

No segundo tempo, o panorama não mudou muito, ou seja, o Rio Negro continuou seu domínio, mas um pouco mais ousado no ataque. O São Raimundo restava ficar atrás e sair nos contra-ataques, mas sem forças para surpreender no ataque.

O primeiro gol do Rio Negro saiu aos 17 minutos, depois do cruzamento de Wagner Diniz, Leonardo livre de marcação apenas tocou para fazer, 1 a 0. Em vantagem, o São Raimundo teve que sair e ficou mais exposto.  Aos 20 minutos, Rodrigo Ítalo cruza para grande área e a bola cai nos pés de Rafael Paulista, que chuta cruzado perto do gol.

Aos 38 minutos, o experiente Cristino, que entrou na partida, toca para Charles na área, que passa pelo zagueiro e coloca no canto direito do goleiro, 2 a 0. No final da partida, Elivelton em jogada individual passa por dois jogadores e chuta por cima do gol, perdendo a chance de diminuir para o São Raimundo.

Ficha técnica:

Jogo:  Rio Negro 2×0 São Raimundo

Motivo:  Campeonato Amazonense da Série A – 1ª rodada

Local: Estádio Ismael Benigno – Manaus/AM

Horário: 15h15

Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior

Árbitros assistentes: Luís Cláudio Rodrigues da Costa e Jeová Rodrigues dos Santos

Público pagante: 696

Renda: R$ 7.750,00

Advertências: Robson (São Raimundo)

Gols: Leonardo aos 17min 2ºt e Charles aos 38min 2ºt (Rio Negro)

Rio Negro: Jairo, Wagner Diniz, Erick, Rafael Vitor, Marcelo (Patrick), Rafael Paulista, Delciney, Rodrigo Ítalo, Leonardo (Tiago Vercosa) e Arthur (Cristiano). Técnico: Aderbal Lana.

São Raimundo: Mazon, Iranildo, Greg, Chicão (Valdeci), Adson, Rodolfo, Marquinho, Robson, Elivelton, Alexandre (Felipe), Bahiano (Elson Bala). Técnico: Lúcio Braga.



EDITOR - Paulo Rogério Veiga, comunicador esportivo, repórter, radialista e agente business de jogadores e treinadores. Contato 55+ (92) 99171-9226 vivo/watsap / 55+ (92) 98193-1304 tim/watsap. Email: pauloreporter@hotmail.com / pauloimprensa@gmail.com Leia mais em sobre o editor clicando aqui.