SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Sobre jogo com Nacional pela Série D, técnico do Ji-Paraná-RO diz: “Nós entraremos sempre em busca da vitória”

Foto: Asscom / Ji-Paraná

Com quase cinco meses sem jogar profissionalmente, o Ji-Paraná-RO faz os últimos ajustes para enfrentar o Nacional, pela fase preliminar do Campeonato Brasileiro da Série D, em dois jogos eliminatórios. O único objetivo é conquistar a vaga, mas antes tem o primeiro compromisso, no domingo, 6/9, às 16h, no Estádio Antônio Abreu Bianco, o Biancão, no interior de Rondônia. A partida de volta para definir quem segue na competição, será no próximo domingo, 13/9, às 16h, na Arena da Amazônia, em Manaus.  

No comando do Galo da BR, desde o segundo turno do Campeonato Rondoniense, Bruno Monteiro, 28, afirmou que jogar em seus domínios é preciso fazer o resultado, ainda mais em uma fase eliminatória. Ele disse que o time sempre busca a vitória, seja dentro ou fora.

Comandante do Galo da BR não pensa em outro resultado se não for vencer o Nacional em casa (Foto: Asscom / Ji-Paraná)

– Penso que vencer no futebol é fundamental dentro de um confronto com características de mata-mata. Nós sabemos das peculiaridades que existem dentro desses confrontos, mas nossa equipe tem uma identidade coletiva, modelo de jogo bem definido, independentemente do local ou do jogo. Nós entraremos sempre em busca da vitória, principalmente quando tiver no comando técnico do Ji-Paraná – disse, mas afirmou que conhece muito bem o adversário.

– Sim, temos algumas informações da equipe do Nacional, até porque, temos um conhecimento de mercado e de alguns atletas, principalmente individualmente. Além disso, também conhecemos a forma que o Mazinho gosta de atuar, e aquilo que ele vem fazendo nas últimas equipes que passou. Estamos atentos e buscado acompanhar dentro daquilo que pudemos aprofundar de informações.  

Após alguns meses longe de campo, o comandante do Ji-Paraná, reconhece que teve pouco tempo de preparação para dois jogos tão importantes na temporada. Segundo ele, o trabalho foi realizado com um planejamento bem definido para conseguir os resultados em campo.

– Nós estamos voltando de um longo período de inatividade, devido a pandemia, por sinal um período bem atípico. Temos apenas três semanas para essa estreia com Nacional. Considero que estaremos em um nível ótimo, dentro daquilo que nós poderíamos operacionalizar durante essas semanas. O resultado será a consequência de uma boa performance, daquilo que vamos conseguir do trabalho realizado para esse jogo – justificou, mas ressaltou.

– Apesar da curta pré-temporada, nós conseguimos realizar um jogo-treino contra um selecionado local. Posteriormente, no sábado passado, houve um início de confronto com Vilhense, que também está na Série D. Esse jogo não teve o término, porque aos três minutos do segundo tempo, houve um princípio de confusão e o Vilhense achou melhor tirar a equipe de campo. Isso acabou afetando nossa preparação e planejamento inicial – lamentou.

Outras postagens...

Na véspera da Copa do Brasil, técnico do Manaus disse que o time está confiante e tranquilo para jogo decisivo

Paulo Rogério

No primeiro jogo das oitavas, Amazonas sai na frente, mas empata com Lagarto-SE e decide vaga na Série D, em Manaus

Paulo Rogério

Reforço debaixo das traves

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...