SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Sobre o jogo da Copa do Brasil com Manaus, técnico do São Raimundo afirma: “É uma final”

Pela segunda rodada do estadual, o Manaus enfrentou o São Raimundo e venceu por 2 a 1

Com uma boa reação no estadual com duas goleadas seguidas, mas ainda na zona da degola, em nono lugar, o São Raimundo muda de chave para encarar o Manaus, pela primeira fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira, 24/2, às 15h30 (16h30 de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina. Pelo regulamento, o Gavião do Norte joga com a vantagem do empate, obrigando o Tufão da Colina a vencer para seguir na competição. No Campeonato Amazonense, as equipes já se enfrentaram pela segunda rodada, com a vitória do Manaus por 2 a 1.

De acordo com o técnico Paulo Morgado, o São Raimundo já vive um drama de jogar toda partida como se fosse uma grande decisão pelo campeonato, por isso, enfrenta o Manaus, como sendo mais uma na temporada, mas agora por uma competição nacional.

– O jogo da Copa do Brasil é uma final, nós sabemos que o empate não nos serve. Como é obvio, nos primeiros minutos vamos entrar para pressionar e acreditar de fazer um gol. Vamos com calma, estudar o adversário, onde provavelmente, o Manaus vai jogar da mesma forma que tem jogado nos últimos jogos. Mas temos a noção de como o Manaus trabalha seu processo defensivo e ofensivo também – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda frisou.

– Já conhecemos bem o Manaus. Vamos tentar jogar e não é por uma bola, mas tentar tomar a posse de bola. O time está confiante, mas podemos vencer o Manaus. É um momento, que o Manaus teve dois bons resultados, por isso, é a melhor fase deles. Sabemos que é uma final, não vamos querer ganhar o jogo nos primeiros minutos, porque são noventa minutos, onde 1 a 0 para nós é uma vitória fantástica – disse Morgado.

Para o comandante do Tufão, os últimos resultados pelo regional foram importantes para dar mais confiabilidade e segurança ao grupo para entrar em campo e buscar a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil.

– Sim, ganhamos confiança com as duas últimas vitórias. Não tivemos muito tempo para trabalhar, até porque jogamos na quarta, sábado e depois na quarta de novo. Praticamente não dá para recuperar e nem para termos algum trabalho físico também. Chegamos confiante para conseguir uma vitória – salientou o treinador.

 

Outras postagens...

Corinthians sai na frente, mas toma virada do Goiás na estreia de Cuca

Paulo Rogério

Chamado as pressas, Darlan tenta arrumar o Fast para o jogo com Independente-PA, pela Copa Verde

Paulo Rogério

Sem dificuldades, Amazonas vence Náutico-RR por 3 a 0 pela Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...