Técnico do Real Desportivo-RO acredita que ficou mais difícil a vaga no jogo com Manaus pela Série D

120

Depois de perder em casa por 2 a 1, e a chance de garantir a vantagem, o Real Desportivo-RO joga a partida de volta com Manaus, pela segunda fase do Brasileiro da Série D, precisando da vitória para sequência da competição. A partida será neste domingo, 23/6, às 17h (18h de Brasília), na Arena da Amazônia, na capital amazonense. Foi o terceiro confronto entre as duas equipes, sendo que o Gavião do Norte venceu por duas vezes e empatou a outra partida.

O classificado de Manaus e Real Desportivo, vai enfrentar o vencedor de São Raimundo-RR e São Raimundo-PA. No primeiro jogo, o time paraense venceu por 1 a 0, no Colosso do Tapajós, na cidade de Santarém, no interior do Pará. O compromisso de volta, será neste domingo, no estádio Ribeirão, em Boa Vista, Roraima.

De Ariquemes, o treinador do Furacão do Vale do Jamari, Tiago Batizoco, ciente de que a situação de sua equipe é extremamente difícil, disse ao SportsManaus, que o adversário sempre foi considerado o candidato à vaga.

– Acredito que ficou muito mais difícil, mas creio que continua sendo difícil, mesmo se nós tivéssemos tido um resultado positivo em casa, continuaria sendo difícil jogar contra o Manaus, que é uma grande equipe – definiu, mas ainda acredita na classificação.

– Claro que é possível, enquanto houver chances é possível sim. Está em aberto a decisão e domingo, vamos ter uma decisão de 90 minutos. Vai ser um grande jogo, com duas grandes equipes em campo.

Sobre os incidentes ocorridos no final da partida em Ariquemes, o comandante do Real, desmente qualquer desequilíbrio ou algo parecido por parte de seus jogadores. Para ele, foi algo isolado e que ficou para trás.

– Não concordo que é um descontrole da equipe, acredito que foi um fato que aconteceu, não foi correto, mas isso já aconteceu com várias equipes e nosso time continua sob controle emocionalmente. É um fato do passado, desde a primeira vez que jogamos contra o Manaus, respeitamos e vamos continuar respeitando. Nossa equipe não tem nada de descontrole não – afirmou, mas disse que não teme uma represália por parte da torcida do Manaus.

– Acredito que não, mas não podemos responder pela torcida, mas temos jogadores experientes e maduros. Foi um acontecimento lamentável, mas ficou dentro de campo e não voltará a acontecer. Agora não temos como responder pela torcida, se vai ter algum revide – disse.  



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.