SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE NOTÍCIAS

“União”, disse Zé Marco ao explicar a conquita do Galvez no Campeonato Acreno

Com apenas 36 anos, o jovem treinador José Marco Rodrigues, conhecido como Zé Marco mostrou competência, ao conquistar o primeiro turno do Campeonato Acreano, com Galvez na temporada. O resultado, garantiu a equipe na final da competição e o calendário para 2019. No futebol amazonense, ele se destacou no comando do Princesa do Solimões por duas temporadas com dois vice-campeonato e a participação nas competições nacionais.

Natural da cidade de Rolim de Moura-RO, Zé Marcos passou também pelo Atlético Acreano, mas com apenas cinco anos na profissão mostra sua capacidade na área, sem perder sua peculiar humildade.

De Rio Branco, o técnico disse ao SPORTSMANAUS, como foi esse título pela modesta equipe do Galvez, superando o Atlético Acreano, que vai disputar o Brasileiro da Série C deste ano e ainda, o tradicional Rio Branco.

– Resumo em uma palavra: união. É um clube que está entre terceiro ou quarto investimento do estado e consegue desbancar dois gigantes, como Rio Branco, na semifinal e o Atlético Acreano na final, surpreendendo a todos. Isso é fruto de muito trabalho e humildade. Todos os envolvidos abraçaram a causa e acreditaram no meu trabalho, a diretoria, a comissão técnica e os atletas, esse foi o diferencial – explicou, mas ainda ressaltou.

– Vencer o Atlético representa muito, pois é um clube que vem de um acesso a Série C do Brasileiro, sendo bicampeão estadual e com um investimento infinitamente maior que o nosso. Temos um elenco, que já está junto alguns anos, portanto, isso só valoriza nossa conquista.

Sobre o elenco, Zé Marco ressaltou o empenho de todos para superar as dificuldades e obstáculos na competição, mas afirmou que procurou jogadores de seu conhecimento, inclusive com trabalho com ele no futebol amazonense.

– O zagueiro Gilson foi meu capitão no Princesa, e é aqui no Gálvez. Trouxemos poucos atletas de fora do nosso estado, são apenas cinco. Fora o Gilson, outros quatro eu conhecia e indiquei para diretoria. Graças a Deus, as coisas estão caminhando bem – comemorou.

Para chegar ao título, ele afirmou que foi preciso uma trajetória complicada, porque o regulamento da competição deixa o caminho mais difícil nesse sentido. Apesar disso, o treinador conseguiu ajustar o elenco para chegar ao título.

– Pela forma do regulamento, onde são três jogos classificatórios para chegar a semifinal, portanto não permite errar. Uma derrota custaria uma classificação, diferentemente quando estive no Princesa, com pontos corridos, onde se perdia um ou dois jogos, se conseguir recuperar e chegar na final, como aconteceu nos dois anos no clube.

Outras postagens...

Manaus FC anuncia retorno de Frank Bernardo

Paulo Rogério

“Temos algumas informações”, afirma técnico do Paraná sobre a estreia com Nacional na Copa SP

Paulo Rogério

Na estreia pela Série D com o Ypiranga-AP, técnico do Fast ressalta: “Vamos buscar os três pontos”

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol