SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Adversário do Manauara na Copa Verde, técnico do Tocantinópolis aposta no trabalho bem planejado nas quatro competições de 2024

O primeiro jogo oficial do Verdão do Norte será pelo regional, contra o Batalhão, no dia 27 deste mês, em Palmas.

Foto: Wisley Silva/TEC

Com quase um mês de preparação, o Tocantinópolis EC-TO, vive a expectativa de uma temporada longa, de muitos desafios, mas com a esperança de conquistar seus objetivos dentro de campo, na disputa do Campeonato Tocantinense, Copa Verde, Copa do Brasil e Brasileiro da Série D. O primeiro desafio do Verdão do Norte será pelo estadual, contra o Batalhão, no dia 27 deste mês, em Palmas.

Em sua quarta temporada, o técnico Jairo Nascimento, tricampeão no comando do Tocantinópolis, mostra total confiança no trabalho, que vem sendo realizado com o elenco. Para ele, as quatro competições da temporada têm sua importância, a começar pelo regional.

– O Tocantinópolis entra mais uma vez na temporada com o calendário cheio. É uma marca de nosso trabalho, desde quando chegamos aqui. Muitos clubes brigam por um calendário cheio, às vezes não conseguem, mas a gente vem tendo esse êxito. São quatro competições, e sabemos da importância de todas. Agora é impetrante frisar o estadual, que é a nossa primeira competição. Viemos de um tricampeonato e sabemos que através do estadual, a gente consegue esse calendário cheio para a temporada seguinte – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.  

– O estadual tem uma grande importância, assim como a Copa do Brasil, Copa Verde, porque traz um retorno financeiro muito grande, além do Brasileirão, que alimenta o sonho das equipes pelo acesso à Série C. Ao longo dessa caminhada, a gente vai priorizar sempre o jogo seguinte, ou seja, o próximo jogo é sempre o mais importante. Até porque, todas as competições têm a mesma importância pra gente – finalizou Jairo.

LEIA MAIS:

Faltando poucos dias para o primeiro jogo oficial do ano, o comandante do Verdão do Norte, afirmou que é importante ajustar todos os detalhes pela comissão técnica, em todos os conceitos possíveis de uma preparação ideal para um bom desempenho dos jogadores.

– Dentro da pré-temporada, a gente vem trabalhando a performance física, tática, técnica para que possamos colocar em campo uma equipe com uma moldura, que a gente deseja de acordo com o nosso modelo de jogo. Isso todos vão ver no início das competições, a forma que a equipe vai jogar. Tudo isso pensando na continuidade da temporada para performar bem a equipe e possamos entrar com alto grau de competitividade – salientou o treinador do Verdão do Norte.