SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Novo técnico do Penarol, Alex Oliveira considera situação difícil, mas afirma: “O coração tem que falar mais alto”

Como jogador, Alex Oliveira, passou pelo Remo e Paysandu na região Norte 

Foto: Divulgação

Com apenas três dias no comando do Penarol, o novo técnico Alex Oliveira, 48 anos, tem pouco tempo para tentar reverter uma situação praticamente impossível de tirar a equipe da zona de rebaixamento do Campeonato Amazonense da Série A. Atualmente, o Leão da Velha Serpa é o último colocado, com apenas dois pontos e falta poucos jogos para finalizar a fase classificatória da competição.

Com uma passagem vitoriosa pelo Barcelona-RO, o treinador afirmou que não resta outra alternativa, a não ser trabalhar muito para livrar o Penarol da penúria de segurar a lanterna do estadual.

– É difícil, sem dúvida nenhuma é complicado de chegar faltando pouco tempo para acabar o campeonato. É difícil chegar na semana, faltando dois dias, que antecedem uma partida importante, que para mim, eu encaro como jogo de seis pontos com o São Raimundo – disse ao SPORTS MANAUS, mas ainda frisou.

– É complicado para qualquer treinador essa situação, mas chego feliz e motivado, e tentando passar para os atletas essa motivação, de que eles têm condições de reverter esse quadro. Vamos procurar motivar o máximo possível, para que os jogadores entram em campo e mudem essa situação que não condiz com a tradição do Penarol – contou.

Para ele, o time tem que se armar de todos os conceitos possíveis para sair da zona de rebaixamento, principalmente jogando com amor à camisa para superar os jogos decisivos que tem pela frente.

– O que tem de ser passado aos atletas, é o coração, tem que falar mais alto, tem que ser colocado em primeiro lugar para que o time não seja rebaixado. Com essa expectativa, com esse ânimo, tento que passar para os atletas. Independente de conhecer o elenco ou não, algumas informações a gente busca, alguns atletas, eu já conhecia. Temos que tirar o melhor dos jogadores, principalmente o lado emocional – disse o novo treinador.

Dados

Alex Oliveira, 48 anos, natural de Barra Mansa/RJ, começou a carreira como treinador no Paranoá EC-DF, passou pelo Capital-DF, Atlético Ceilandense, Paracatu, Araguaina-TO e o último coube foi o Atlético de Três Corações, sendo antes o Barcelona-RO. Como jogador, iniciou no Paulista de Jundiaí, depois Bragantino, Atlético-MG, Athletico-PR, Vasco, Bahia, Santa Cruz, Brasiliense, Remo, Paysandu e jogou na Grécia.

 

Outras postagens...

Com Paulinho sendo decisivo, Atlético-MG vence Fluminense no Campeonato Brasileiro; veja resultado

Paulo Rogério

Dia de destes para a detecção da Covid-19 no Manaus FC

Paulo Rogério

Adversário do Manauara na Copa Verde, técnico do Tocantinópolis aposta no trabalho bem planejado nas quatro competições de 2024

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...