SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Pelo Amazonense, Nacional vence a segunda e quebra invencibilidade do debutante Manauara

Pedro Augusto e Lucas Lopeu marcaram para o Naça, quebrando a invencibilidade do Manaus de 12 jogos, desde a divisão de acesso

Após a tempestade de ter perdido para o Iranduba no jogo anterior, o Nacional conseguiu se recuperar e venceu o debutante Manauara por 2 a 0, pelo Campeonato Amazonense da Série A, apesar do sufoco do adversário no segundo tempo. O resultado deixa o Leão da Vila Municipal, agora na quarta posição, com seis pontos. O Robô, fica perigosamente na zona de rebaixamento, em décimo lugar, com dois pontos. O confronto pela terceira rodada, foi realizado na tarde desta quinta-feira (3), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade.

Pela quarta rodada, o Nacional joga fora diante do Operário, no domingo (6), às 15h30 (16h30 de Brasília), no Estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, na cidade de Manacapuru (a 86 km da cidade). O Manauara precisando da vitória para sair da zona da degola, tem um compromisso difícil com o líder Clipper. A partida será domingo (6), às 15h30, no Estádio da Colina.   

Jogo

Até aos 10 minutos de jogos, tudo muito estudado de ambos os lados. O Nacional não conseguia passar do meio-campo. Já o Manauara um pouco mais ofensivo, forçava o Naça a ficar esperando no campo defensivo.  

Aos 16 minutos, o Leão da Vila Municipal chega bem no ataque em cobrança de uma falta. O zagueiro Jô bate muito forte e a bola passa por cima da meta do goleiro Wellington do Robô.

Aos 20 minutos, o Nacional teve a maior chance de marcar o primeiro gol.  Bola lançada da direita para o zagueiro Odair, que toca Digão na área chutar por cima do gol.

Em uma jogada rápida, aos 39 minutos, o Leão da Vila Municipal marcou seu primeiro gol. Pela direita, Jô passa para Pedro Augusto dominar pela esquerda. O jogador azulino chuta no canto direito sem chances para o goleiro Wellington, 1 a 0.

O Robô por pouco não chegou ao empate. Aos 49 minutos, cruzamento pela direita na área e Matheus sozinho chutou fraco em cima do goleiro Neguet.

Segundo tempo

Precisando mudar o placar, o Manauara entrou no segundo tempo disposto a lutar para conseguir objetivo. Aos três minutos, Danilo que tinha acabado de entrar perde de frente para o goleiro na pequena área o empate

Aos 16 minutos, o Naça subiu pela esquerda com Lucas Lopeu, que passou pelo zagueiro e chutou rasteiro no canto esquerdo mansamente, contando com a ajuda do goleiro Wellington, que fez o golpe de vista errado chegando atrasado para defender, 2 a 0.

Em desvantagem, o debutante Manauara teve que sair mais para o jogo em busca de virar o resultado. Aos 22 minutos, Vitinho cobra uma falta de longa distância, mas em cima do goleiro do Manauara.  

Aos 24 minutos, o Robô cobra tiro de canto pela direita na área. Giovanni de cabeça testou forte, mas o goleiro Wellington tocou na bola para linha de fundo.

A pressão aumentou mais ainda do Manauara para marcar o primeiro gol. Aos 31 minutos, pela esquerda, Giovanni chuta no canto esquerdo do goleiro, que se estica todo para evitar o tento.  

O Robô buscava de qualquer maneira descontar no marcador. Aos 38 minutos, Giovanni de frente para meta deu um balaço, mas o goleiro Neguet fez uma grande defesa e colocou para linha de fundo.

No final da partida, aos 47 minutos, pela direita o Leão avançou com Lucas Lopeu, que passou pelo marcador e chutou cruzado no canto direito do goleiro e quase marcou.

Ficha técnica:

Data: 03/02/2021 – quinta-feira

Motivo: Campeonato Amazonense de Série A – 1ª fase / 3ª rodada

Jogo: Nacional 2×0 Manauara

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus/AM

Horário: 15h30 (16h30 de Brasília)

Renda:

Público pagante:

Árbitro: Luiz Rodrigo Barbosa Oliveira

Árbitros Assistentes: Dimmi Yuri das Chagas Cardoso e Jeová Rodrigues dos Santos

Gols: Pedro Augusto 39 min 1ºt e Lucas Lopeu 16 min 2ºt (Nacional)

Advertências: Digão (Nacional) e Douglas, Tiago Amazonense e Danilo (Manauara)

Expulsão:

Nacional: Neguet, Jô, Odair, Gonçalves, Alan Patrick (César Sampaio), Digão, Marquinhos (Lucas Lopeu), Wallace Rato, Pedro Augusto, Pingo (Théo Maia) e Matheus Dias (Matheus Padilha). Técnico: Gilmar Popoca.

Manauara: Wellington, Matheus (Da Silva), Guilherme, Mendonça, Otávio (Márcilio), Tiago Amazonense, Douglas (Vitinho), Vitor, Patrick (Danilo), Matheus e Buba (Giovanni). Técnico: Oliveira Canindé.

 

 

Outras postagens...

Indignado com a indicação do Fast para a Copa SP pela FAF, dirigente do São Raimundo afirma: “Não foi justo”

Paulo Rogério

Se tem coisas que só acontecem com o Botafogo, o Santos definitivamente é abençoado pelo próprio nome

Paulo Rogério

Com boa atuação, Nacional vence São Raimundo-RR e se mantém na liderança no grupo A da Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...