SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Técnico do Ypiranga-AP disse que não muda esquema para jogo com Fast pela Copa Verde

Foto: Rosivaldo Nascimento/Giro do Esporte-AP

Depois de vencer no primeiro jogo por 3 a 0, o Ypiranga FC joga a partida de volta com Fast Clube pela Copa Verde, nesta quinta-feira, 1º/8, às 20h (21h de Brasília), na Arena da Amazônia. Com uma boa vantagem, o time Canarinho, tem boas chances de conseguir sua classificação para próxima fase da competição. O vencedor do confronto vai enfrentar o Atlético-AC na próxima fase, em dois jogos, nos dias 7 e 14 de agosto.

O técnico do Ypiranga, é o ex-jogador do Nacional, Rio Negro e São Raimundo, Jason Rodrigues, 60 anos, mas com passagem pelo Flamengo, Fluminense, Atlético-MG e no futebol de Portugal e Bolívia. Além da Copa Verde, o Ypiranga disputa o Campeonato Amapaense, e jogou pela última vez na quarta rodada, vencendo o São Paulo por 2 a 0.

De Macapá, Jason Rodrigues, disse ao SportsManaus, que não vai mudar em nada seu esquema tático utilizado quando venceu o Tricolor de Aço na semana passada, jogando em seus domínios. Para ele, o importante é manter a filosofia de trabalho e não pensar no placar construído na primeira partida.

Jason foi jogador do Nacional, Rio Negro e São Raimundo (crédito: Rosivaldo Nascimento/Giro do Esporte-AP)

– Vou jogar com a mesma equipe que jogou em Macapá, o mesmo esquema e o mesmo sistema, não vou mudar nada. Para mim é indiferente ter feito 3, 4, 10 ou 1 gol, vamos jogar para fazer uma boa apresentação e buscar nossa classificação, pois esse é nosso objetivo – disse.

De acordo com treinador, que disputa a Copa Verde, mas a prioridade é o Campeonato Amapaense, pois a meta do clube é garantir calendário para próxima temporada, caso siga na competição, alertou que será consequência do bom resultado na vitória de 3 a 0.

– Minha equipe vem treinando forte, estamos no estadual é para mim é mais importante do que a Copa Verde. Já estamos classificados para as quartas de final, e buscamos ser campeão, porque nos dará vaga na Copa do Brasil, tendo mais visibilidade do que a Copa Verde. Claro, se tenho a oportunidade de passar para próxima fase nós vamos buscar isso, apesar de que o campeão tem vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil do ano que vem – destacou, mas aproveitou para fazer severa critica a CBF sobre a participação de equipes de outros estados na Copa Verde.

– Para mim não é muito interessante a Copa Verde, porque para ser campeão não é fácil, temos várias equipes, como do Sudeste, Brasília e Mato Grosso que estão na competição e não era para estar participando, mas a CBF procura favorecer esses times, infelizmente. Minha preocupação é o Campeonato Amapaense que nos classificará para Copa do Brasil e tem uma premiação de R$ 800 mil para os participantes.

Com passagem por três grandes equipes do futebol amazonense, Jason, ressalta que sempre vem a capital amazonense para visitar os amigos do futebol, além dos familiares de sua esposa, que moram em Manaus.

– De vez em quando vou a cidade, tenho muitos amigos, estou acostumado com futebol amazonense e conheço bem. Sobre os clubes que joguei, acho que é coisa do passado, fiz uma história nos clubes, mesmo no São Raimundo, onde já estava no final de carreira, porém, no Rio Negro e Nacional foi a melhor fase. Tem os familiares de minha esposa, que é de Manaus, mas fui convidado para participar um jogo no sábado, do máster do Nacional, e eu devo jogar.

Outras postagens...

Interesses a parte, dirigente do Penarol admite marketing no interesse por Bruno

Paulo Rogério

“É um recomeço”, diz Carlos Prata em retornar após 14 anos ao São Raimundo e diz que vai trazer reforços

Paulo Rogério

“Foi bom vencer na estreia, mas esse jogo com o Fast é totalmente diferente”, alerta técnico do Rio Branco-AC

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol