SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Em sua reestreia, técnico do Paysandu busca vitória contra o Manaus na Série C para entrar no G4

Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Depois de ter sido demitido ainda no Campeonato Paraense em março, o técnico João Brigatti, reestreia no comando do Paysandu diante do Manaus, pelo Campeonato Brasileiro da Série C, visando não apenas mudar a atual situação do time na tabela, mas garantir uma das vagas no grupo A, na próxima fase da competição. O jogo pela 13ª rodada, será neste sábado, 31/10, às 18h (19h de Brasília), no Estádio Mangueirão, em Belém.

Jogando em casa e precisando de um bom resultado, o comandante do Papão afirmou que o resultado é fundamental para as pretensões do time de ficar entre os quatro primeiros do grupo, mas sabe que o adversário vem de duas vitórias consecutivas. Para ele, isso torna o confronto muito difícil.

– Sem dúvida. O Felipe Albuquerque, nosso diretor de futebol, até comentou no começo da semana que esse é um jogo de um milhão de pontos, porque as duas equipes têm o mesmo objetivo que é chegar ao G4. É um confronto direto importantíssimo na briga por esse G4 e também para uma futura classificação na competição – explicou, mas está ciente do atual momento do Paysandu.

– Sabemos que a situação não é simples, mas também não é tão complicada como parece. Temos um grupo qualificado, e é esse grupo que pode nos tirar dessa situação de afastamento do G4. Mas é como eu falei desde quando cheguei, temos que pensar sempre jogo a jogo, começando por esse desafio dificílimo que vai ser contra o Manaus, uma equipe embalada na competição e que tem muita qualidade – alertou ao SPORTS MANAUS.

Como todo recomeço é difícil, João Brigatti, admitiu que conta a seu favor o conhecimento de uma boa parte do elenco do Papão. Segundo ele, isso é importante e vai ajudar muito para conseguir o objetivo na reta final da primeira fase.

– Eu já trabalhei com mais de 80% desse grupo aqui mesmo no próprio Paysandu. Os outros, se não trabalhei, joguei contra. Temos atletas de muita qualidade no elenco. Só eles podem colocar o time em uma condição melhor na tabela. Qualidade para isso eles têm, e muita. Confio nesse grupo e isso me deixa mais otimista para buscarmos uma melhor pontuação na tabela.

 

Outras postagens...

Esposa do presidente do Nacional, Luana Medeiros faz história ao ser diretora financeira e diz: “É uma emoção muito grande de estar abrindo portas”

Paulo Rogério

Atletas de 15 e 16 anos, realizam sonho pelo CDC Manicoré de jogar profissionalmente na Série B AM

Paulo Rogério

Em busca da vitória diante do Amazonas na Série D pelas oitavas, técnico do Lagarto-SE avisa: “Temos que ter sabedoria e paciência”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...