SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Para o jogo com Nacional-AM pela Copa do Brasil sub-20, técnico do Avaí-SC diz: “Vamos começar do zero”

Foto: Divulgação / Avaí-SC

Após seis meses sem atividades, devido a pandemia da Covid-19, a garotada do Avaí-SC retorna sua preparação para o jogo único com o Nacional-AM, válido pela Copa do Brasil sub-20. A partida marcada para o dia 7 de outubro, ainda terá a definição da CBF do horário e local, em Santa Catarina. O vencedor do confronto garante vaga na segunda fase, em jogos de ida e volta. Em caso de empate por qualquer placar, a definição será na cobrança de pênaltis. 

De Santa Catarina, o técnico do Leão da Ilha, o paulista Fabrício Bento da Cunha, 45 anos, não escondeu sua preocupação ao SPORTS MANAUS, do pouco tempo de pré-temporada para a partida decisiva. Para ele, será um recomeço de todo trabalho realizado antes com a equipe. 

– Vamos começar do zero, principalmente os jogadores que vem de outros estados, pois vinham parado e alguns que estavam fazendo trabalho físico em casa separado. Na semana que a gente se apresentou fizemos exames médicos, mas estamos tentando preparar a equipe o mais rápido possível, porque não temos muito tempo – alertou, mas completou. 

Treinador afirmou que atletas subiram de categoria, outros foram promovidos e alguns chegaram para compor o elenco (Foto: Divulgação / Avaí-SC)

– A primeira semana foi mais para gente fazer um trabalho físico. Daqui para frente, a gente está tentando o mais rápido possível implantar um sistema de jogo, conhecendo os jogadores para que a gente possa montar a equipe e fazer um bom jogo. Sabemos que isso vai trazer dificuldades em algum momento, mas faz parte pela situação que vivenciamos. Acredito que não foi só o Avaí, mas o Nacional também virá com dificuldades também – disse. 

Além do curto período de preparação, Fabrício Bento da Cunha, conta com total de 32 atletas, mas nove subiram de categoria e outros novos que estão chegando para compor o elenco para enfrentar o Nacional. 

– Praticamente é uma equipe nova e estamos começando do zero com alguns jogadores que estavam no elenco, mas vindos do sub-17. Com essas mudanças, os atletas saíram e subiram para o sub-23. Temos um mês para trabalhar, montar a equipe, chegada dos novos jogadores, tem ainda a adaptação, enfim, tudo ficou um pouco mais difícil. De repente não foi apenas nós que passamos por isso, então vamos trabalhar e encontrar a melhor maneira para que possamos fazer um bom treinamento e tentar o máximo de entrosamento – contou o comandante do Avaí.

Outras postagens...

Sobre jogo com Nacional pela Série D, técnico do Ji-Paraná-RO diz: “Nós entraremos sempre em busca da vitória”

Paulo Rogério

Em jogo com Manaus pela Série C, técnico do Remo define: “O momento é de cooperação e doação para vencer”

Paulo Rogério

Adversário do São Raimundo, técnico do Atlético-MG deseja chegar longe na Copa do Brasil sub-17

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol