SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Pela Copa Verde com o Fast, técnico do Independente-PA diz: “Vamos buscar a definição nos 90 minutos”

Foto: Arquivo pessoal 

Com pouco tempo de preparação e na formação da equipe, o Independente -PA, tem pela frente no primeiro compromisso da temporada diante do Fast Clube-AM, pela primeira fase da Copa Verde da edição de 2020. O jogo será realizado nesta quarta-feira, 20/1, às 14h30 (15h30 de Brasília), no estádio Ciro Machado do Espírito Santo, o Defelê, no Distrito Federal. Em caso de empate no tempo regulamentar, a definição da vaga para as oitavas de final, será na cobrança de penalidades.

De acordo com o técnico Sinomar Naves, em se tratando de apenas uma partida para apontar o classificado, a meta do Independente é conseguir o resultado no tempo normal, sem precisar de recorrer dos pênaltis.

– O regulamento da competição diz apenas um jogo e nós temos consciência de que temos que buscar a definição do jogo nos 90 minutos, porque temos que mostrar que estamos vindos para a Copa Verde para isso, mesmo tendo um adversário difícil. Nós vamos brigar até o último instante em busca da vitória nos 90 minutos. Caso seja nas penalidades, nós também estamos preparados para essa decisão – reiterou ao SPORTS MANAUS.

Segundo o comandante do Galo, o trabalho foi realizado para superar as dificuldades para o time conquistar a vaga na próxima fase da Copa Verde, apesar do respeito ao time amazonense.

– Nós tivemos pouco tempo para a formação desse grupo. O tempo de treino não foi o ideal para a equipe participar de uma competição tão importante. Tenho certeza, que os nossos jogadores com a experiência e qualidade que tem, vão se superar em campo. Nós temos a convicção também, mesmo enfrentando uma equipe que vem de uma grande Série D, e buscou até o último instante o acesso, nós confiamos no grupo e trabalho que foi feito até aqui – disse.

Em virtude do agravamento da pandemia da Covid-19 na capital amazonense, e a inevitável mudança de local, Sinomar Naves, disse que medida foi acertada. Para o treinador, com a nova praça esportiva, as equipes se equivalem em igualdades.

– A mudança de jogo para Brasília foi uma decisão acertada e sensata da CBF, até porque o momento em que o Amazonas, em especial Manaus é muito terrível e dramático. É um local de fácil trânsito aéreo, tanto para nós, como para o Fast. Não vejo como um campo neutro e não vai existir nenhuma forma de ajuda para nenhuma das equipes. Sabemos que o Fast é um grande time, nós precisamos ter os cuidados necessários para sair vencedor – alertou Sinomar.  

 

Outras postagens...

Mesmo com título do 1º turno, técnico do Fast critica trabalho físico em pré-temporada na Venezuela

Paulo Rogério

Com recorde de público na Série D, Manaus vence Caxias-RS com três flechadas e garante vaga na Série C

Paulo Rogério

Em apresentação, técnico do Parintins diz que tem o time quase certo para a estreia: “Duas posições estão ainda em definição”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...