SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Presidente do Princesa negocia apoio da prefeitura de Manacapuru e retorno de Maddy e Holofernes

Foto: Divulgação / FAF

Campeão estadual em 2013, além de três vices em 2014, 2015 e 2016, o Princesa do Solimões não foi o mesmo dos últimos anos e quase ficou na iminência de ter sido rebaixado no Campeonato Amazonense de 2020, que foi cancelado por decisão dos clubes, mas que agora será realizado por força do TJD para definição do campeão e os representantes regionais para as competições da CBF.

Para montar uma equipe competitiva para disputar o novo campeonato estadual de forma curta e também o regional deste ano, o atual presidente do Tubarão do Norte, Modesto Alexandre, disse que já publicou um edital de convocação para uma nova diretoria. Ele confessou, que mantem contato com a prefeitura de Manacapuru para conseguir uma ajuda master na temporada.

– O Princesa só caminha com o apoio da prefeitura, seja o que for, a começar pelo estádio e quem administra é o poder público da cidade. A prefeitura tem que entrar no game ou financeiramente nessa parte de ceder alguns funcionários no dia de jogos, o médico, a ambulância, caso a gente não consiga com do corpo de bombeiro, além disso, tem os remédios, ataduras, enfim, essas coisas tem que envolver a prefeitura. O poder municipal tem que estar presente, e isso não tem como ficar de fora – alertou ao SPORTS MANAUS, mas não tem ideia dos valores do clube.

– Não sei quanto foi o orçamento do time ano passado no campeonato. Isso foi feito por uma comissão, eu só assinava e entregava para eles. Para montar um time hoje gira em torno de R$ 80 a $ 100 mil por mês, caso contrário, não se monta nada. A gente consegue alguns patrocínios, mas hoje com essa pandemia você não vai ter ajuda de nada. Ano passado, ainda teve o dinheiro da TV A Crítica. Agora pergunto, o que a FAF vai oferecer para gente? Na última reunião, o Roberto Peggy falou que vai arrumar patrocínio, enfim, a gente está esperando – contou o dirigente.

Sem saber se vai continuar na presidência do Princesa, Modesto Alexandre, também negocia o retorno dos ex-dirigentes Raphael Maddy e Holofernes Leite para compor o grupo no campeonato.

– Nós estamos com uma conversa com o Raphael para ele voltar e o Holofernes. A gente precisa de um diretor de futebol. Ano passado não deu certo, e o Raphael ficou fora. O prefeito foi reeleito, ele apoiou e criou uma comissão que ajudou o Princesa. Ele falou que queria o Maddy na frente do futebol, que é empresário e não se faz futebol com o valor que passou para a comissão. São cinco meses de competição e o prefeito sugeriu que o Maddy voltasse – finalizou.

 

Outras postagens...

No primeiro mata-mata, Princesa vence Penarol fora e decide em casa a vaga na semifinal do estadual

Paulo Rogério

No empate, Princesa perde a chance de se isolar na liderança e Nacional desperdiça um pênalti

Paulo Rogério

Com grande atuação de Oliveira, Rio Negro empata com Operário pelo Amazonense da Série B

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...