SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Em estreia na Série C, técnico do Santa Cruz diz que Manaus é competitivo, mas afirma que está preparado

O Santa Cruz teve 21 dias de preparação, após a eliminação do Campeonato Pernambucano. Ano passado, o time, em dois jogos com o Manaus, empatou fora em 0 a 0 e perdeu em casa por 2 a 1.

Foto: Divulgação / Santa Cruz 

Vai começar mais uma temporada do Campeonato Brasileiro da Série C e o Santa Cruz entra em campo para buscar o tão sonhado acesso à Série B do ano que vem e retornar a elite do futebol brasileiro. Nessa caminhada de muitos obstáculos, o primeiro desafio será fora de casa com o Manaus, neste domingo, 30/5, às 17h (18h de Brasília), na Arena da Amazônia. Em dois jogos no ano passado pela Série C, o time da Cobra Coral empatou na capital amazonense em 0 a 0 e dentro de casa perdeu por 2 a 1. 

Ciente de que vai encontrar dificuldades naturais por jogar fora de seus domínios, e em se tratando de uma estreia na competição nacional, o técnico Bolívar, confessou que o time amazonense tem seu potencial, mas afirmou que o grupo está pronto para a partida. 

Treinador teve 21 dias de preparação para a estreia na Série C fora de casa (Foto: Divulgação / Santa Cruz)

– É uma equipe que mostrou ano passado na Série C muito competitiva, principalmente quando joga dentro de casa. É um time  que acabou se consagrando campeão estadual, já vem com a autoestima lá em cima, e agora com a chegada do Marcelo Martelotte, que vai fazer um grande trabalho, temos que ter todo cuidado. A gente sabe que é uma equipe que fez uma boa campanha ano passado, mas o Santa Cruz está muito preparado e vai buscar o nosso grande objetivo, que é a vitória – afirmou ao SPORTS MANAUS.   

Sobre o fato do atual treinador do Manaus, já ter passado no comando do Santa Cruz, Bolívar, acredita que isso não fará diferença, pois o grupo mudou em relação ao time daquela época. 

– Acho que não, até porque dois ou três atletas participaram com o Marcelo. É um grande treinador, tenho um carinho e uma admiração por ele, e é um cara que fez uma ótima campanha ano passado. Tenho todo respeito ao Marcelo, e a gente vai buscar nosso objetivo que é estrear com o pé direito. Sabemos que a troca de comando na requer sempre uma atenção, porque a autoestima dos atletas acaba renovando, mas precisamos estar concentrado para fazer um grande jogo – explicou o comandante, mas considerou o tempo de preparação bom para enfrentar o Gavião do Norte.

– Foi um tempo bem importante, a gente teve aí desde a eliminação do pernambucano, até a nossa estreia agora 21 dias de muito trabalho de força, técnico e tático, mas fazendo todos os ajustes para que possamos ter uma boa estreia. Foi necessário esse tempo e importante para os atletas também readquirir e resgatar a confiança, pois a gente sabe o quanto é importante fazer uma grande estreia e um grande jogo. Sem dúvida nenhuma, estão preparados agora para iniciar com o pé direito essa Série C – reiterou. 

 

Outras postagens...

Sobre a reclamação do Paysandu-PA, dirigente do Manaus afirma que já foi muito mais prejudicado pela arbitragem

Paulo Rogério

Manaus sai na frente, mas no final cede empate para o Paysandu na Série C

Paulo Rogério

Com foco no acesso à Série B, presidente do Brusque-SC afirma seu objetivo, mas alerta sobre a estreia com Amazonas na Série C: “Um jogo difícil”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...