SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Fast Clube aplica a terceira goleada na Série D e vence o Vilhenense-RO por 4 a 1, no Portal da Amazônia

Foto: Arquivo Agência Sports Manaus

Com um jogador a mais ainda no primeiro tempo, mas muito superior ao seu adversário em campo pela qualidade técnica, o Fast Clube aplicou sua terceira goleada no Campeonato Brasileiro da Série D. O Tricolor de Aço venceu o Vilhenense-RO por 4 a 1, pela 9ª rodada, neste domingo, 25/10, no Portal da Amazônia, em Rondônia. O resultado deixou o Fast na terceira colocação, com 16 pontos, atrás do Galvez-AC pelo critério de desempate, com a mesma pontuação, porém, caminhando a passos largos para garantir uma das vagas no grupo 1.

Pela 10ª rodada, o Fast Clube encara em casa, o Ji-Paraná-RO, no sábado, 31/10, às 18h (19h de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade. Já o Vilhenense praticamente sem chances de classificação, enfrenta o Rio Branco-AC, no sábado, às 15h (16h de Brasília), no Portal da Amazônia.   

Jogo

O Fast Clube começou o jogo com uma marcação forte para não deixar o adversário trabalhar com a bola. O primeiro lance que o Tricolor de Aço chegou, foi aos nove minutos. Daivison aproveita um rebote e chuta forte, mas manda a bola por cima da meta.

Aos 18 minutos, o Tricolor de Aço teve uma boa chance com Ronan, que bateu forte, mas o goleiro do Vilhenense defendeu.

Somente aos 20 minutos, o time da casa chegou mais próximo da meta de Alencar. Após um rebote de Paulo Henrique, o jogador Victor aproveitou para chutar por cima do goleiro Gil. Aos 24 minutos, o time rondoniense perdeu Arapongas, que recebeu cartão vermelho.

Com um jogador a mais em campo, o Fast aproveitou para pressionar o time da casa. Aos 26 minutos, falta cobrada por Emerson Bacas, o goleiro defende, mas solta nos pés de Ronan, que perdeu a chance de abrir o marcador. Na sequência, o Tricolor perdeu outra chance, agora com Daivsion sozinho de frente chutando por cima da meta.

Mesmo em desvantagem com um jogador expulso, o Vilhenense não se intimidou. Aos 28 minutos, Victor cobra escanteio cobra, o goleiro Alencar espalma e Cartilagem não aproveitou a sobra e bateu por cima da meta.

Aos 44 minutos, Ronan toca na direita para entrada de Negueba, que recebe falta e o arbitro marcar pênalti. Um minuto depois, Ronan com categoria bate no canto esquerdo e o goleiro cai do outro lado, 1 a 0.

O Fast ainda assustou no final. Aos 48 minutos, Daivison toca para Emerson Bacas, que bate de longe com perigo no canto esquerdo do goleiro.

O segundo tempo prometia um jogo bem intenso, com o Fast com a vantagem no placar e com um jogador a mais e o Vilhenense querendo se superar. Aos quatro minutos, o time da casa chegou com Victor na cobrança de falta, mas o goleiro Alencar defendeu no canto direito.

Aos 10 minutos, o Fast articulou uma boa jogada com Marco Goiano com Pelezinho, que bateu forte, mas por cima da meta do Vilhenense. Mas aos 12 minutos, com precisão, Charles de frente para meta chutou no ângulo esquerdo sem chances para o goleiro Gil, 2 a 0.

Apesar do placar, o Vilhenense ainda tinha forças para buscar pelo menos diminuir o placar. Aos 21 minutos, pela esquerda Ricardo chuta e o goleiro Alencar bem colocado faz a defesa.

Superior em campo, o Rolo Compressor buscava marcar mais gol. Aos 23 minutos, Ronan arrisca de longe e a bola passa à esquerda do goleiro Gil.

Aos 26 minutos, Alencar chuta para frente, Charles domina com categoria, passa na esquerda para Marco Goiano, que cruza na área e Daivison domina e toca com categoria para ampliar, 3 a 0.

Aos 36 minutos, bola mal articulada na saída da defesa com Caíque, que abre na esquerda para Guilherme Muller. O jogador não dominou e Ricardo aproveitou para pegar a bola na grande área e chutou sem chances para Alencar, 3 a 1.

O Vilhenense se animou com gol feito. Aos 41 minutos, pela esquerda Cartilagem parte em velocidade e chuta forte, mas a bola bate na rede pelo lado de fora do goleiro do Tricolor de Aço.

Aos 46 minutos, quase o Fast marca um golaço. Ronan na entrada da grande área passa por dois adversários e toca na esquerda para Caíque bater forte, mas em cima do goleiro Gil. Aos 50 minutos, depois de um rebote da defesa do goleiro do Vilhenense, Charles pega a sobra e chuta de longe no canto esquerdo sem chances, 4 a 1.

Ficha técnica:

Jogo: Vilhenense-RO 1×4 Fast Clube  

Motivo: Campeonato Brasileiro da Série D – 1ª fase / Grupo 1 / 9ª rodada

Local: Portal da Amazônia – Vilhena/RO

Horário: 15h (16h de Brasília)

Público: —

Renda: —

Árbitro: Cesar Pereira Leite (PE)

Árbitros Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Adenilson de Souza Barros (RO)

Gol: Ronan 45min (pênalti) 1ºt, Charles 12min 2ºt e 50min 2ºt e Daivison 26min 2ºt (Fast Clube) e Ricardo 36min 2ºt (Vilhenense-RO)

Advertências: Patrick e Guilherme Muller (Vilhenense-RO) e Guigui (Fast Clube)

Expulsão: Arapongas (Vilhenense-RO)

Vilhenense-RO: Gil, Japa, Pablo, Arapongas, Lucas Santos, Patrick, Victor (Dentinho), Cartilagem, Paulo Henrique, Marcelo (Raniel) e Giovani (Ricardo). Técnico: Felipe Romário.

Fast Clube: Alencar, Bernardo, Bernardo Benjamim (Guilherme Muller), Alison (Caíque), Guigui, Ítalo, Pelezinho, Emerson Bacas (Marco Goiano), Negueba (Caíque), Daivison e Ronan. Técnico: Lecheva.

 

Outras postagens...

Na final do AM, Manaus supera Nacional e joga por um empate para ser campeão Estadual

Paulo Rogério

Na véspera da Copa do Brasil, técnico do Manaus disse que o time está confiante e tranquilo para jogo decisivo

Paulo Rogério

Arrasador, Manaus goleia Fast por 4 a 0 e conquista o bicampeonato na Arena da Amazônia

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol