SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Fast Clube é prejudicado com pênalti não marcado, e empata com Moto Club-MA na Série D

Foto: Gaudêncio Carvalho/ Moto Club

Após buscar por duas vezes o placar, e mesmo com um pênalti claro a favor e não assinalado pelo árbitro da partida, o Fast Clube conseguiu superar os obstáculos e empatou com o Moto Club-MA em 2 a 2, no jogo de ida, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. A partida foi realizada na tarde deste domingo, 6/12, no Estádio Nhozinho Santos, em São Luís.

A partida de volta do mata-mata, que vai definir o classificado para próxima fase da Série D, será no domingo, 13/12, às 17h (18h de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus.  

Jogo

O jogo começou com o Moto Club em cima do Fast, mas aos sete minutos, o Fast chegou com muito perigo. Pela esquerda, Ítalo avança com velocidade e chuta de canhota, mas a bola bate pela rede do lado de fora.

Aos 10 minutos, foi a vez do Moto assustar a meta do time amazonense. Flamel de frente para meta bateu forte, mas o goleiro Alencar defendeu, soltou e depois agarrou a bola, pois o atacante Wallace Lima, já estava de olho na sobra.

O Tricolor de Aço atacava na hora certa e sem precipitação. Aos 21 minutos, Janeudo tentou a jogada pelo lado direito de ataque e foi derrubado. Na cobrança, Marco Goiano cobrou, a bola bateu na barreira e explodiu no travessão do goleiro Saulo e quase entrou.

O Fast começou a pressionar mais o adversário. Aos 27 minutos, triangulação de Denis Pedra, que toca para Janeudo na entrada da área e passa para a entrada de Ítalo na esquerda, que fez o corte no zagueiro e chuta de canhota, mas o goleiro Saulo defende e evita o perigo.

O Papão do Norte mesmo jogando em casa, já não era mais a mesma equipe do inicio da partida. Aos 45 minutos, o Tricolor chegou com Marco Goiano, que recebeu um passe, mas chutou em cima do goleiro Saulo.

Parece que o Moto voltou para o segundo tempo para decidir a partida. Aos cinco minutos, jogada no ataque com Abu, que chutou errado, mas Edrean aproveitou para bater sem muita força no canto direito do goleiro Alencar, 1 a 0.

Aos 15 minutos, o Fast atacou pela direita com Bernardo, que tocou para Marco Goiano, passando para Dênis Pedra na entrada da área chutar em cima do goleiro Saulo. O Rolo Compressor pressionou seu adversário. Aos 19 minutos, pela direita Bernardo entra na área e bate cruzado, mas a bola passa perto da trave direita e quase entrou.

Depois de sofrer alguns momentos de perigo do Fast, aos 23 minutos, o Moto apareceu no ataque. Pela direita, Edrean cruzou rasteiro e Wallace Lima chegou atrasado e perdeu o tempo da bola e a chance de gol. Um minuto depois, novo cruzamento pela direita e novamente Wallace Lima na pequena área toca de cabeça e quase marcou.

Um lance claro de pênalti não marcado pelo árbitro da partida, a favor do Fast. Pela esquerda, Dija Baiano tentou a jogada e o zagueiro do Moto toca claramente com a mão na bola. Em novo lance no ataque do Rolo Compressor, novamente Dija Baiano pela esquerda recebe a bola, passa pelo zagueiro e chuta forte com perigo por cima da meta do Papão do Norte.

Aos 38 minutos, saiu o gol de empate do Fast, após o erro gritante do árbitro de não ter marcado um pênalti a favor do Tricolor, Abu sai errado, Dijá Baiano aproveitou na área para finalizar sem chances para o goleiro, 1 a 1.

O Fast nem teve tempo para comemorar o empate. Aos 42 minutos, em jogada individual de Flamel, que entra na área, passou com categoria pelo zagueiro e chutou cruzado no canto direito para marcar, 2 a 1. Aos 45 minutos, quase o Papão ampliou com Wesley, que entrou pela esquerda e chutou pela rede do lado de fora.

Com pressão total para empatar, quando tudo parecia que terminaria com a vitória do Moto, aos 51 minutos, pela direita Ronan cruza e na pequena área Regis de cabeça marca o gol de empate, 2 a 2.

Ficha técnica:

Jogo: Moto Clube 2×2 Fast Clube

Motivo: Campeonato Brasileiro da Série D – 2ª fase/ Grupo B-04/ Jogo de ida

Local: Estádio Nhozinho Santos – São Luís/MA 

Horário: 14h30 (15h30 de Brasília)  

Público: —

Renda: —

Árbitro:  José Wellington Bandeira (ES)

Árbitros Assistentes: Edson Glicério dos Santos (ES) e Fábio Faustino dos Santos (ES)

Gol: Edrean 5min 2ºt e Flamel 42min 2ºt (Moto Club) e Dijá Baiano 38min 2ºt e Régis 51min 2ºt (Fast Clube)

Advertências: Lucas Gonçalves, Guilherme Rocha e Abu (Moto Club)

Expulsão: —

Moto Club: Saulo, Guilherme Rocha, Martony, Julio Pitt, Lucas Gonçalves, Weley, Edrean, Abu (Danúbio), Wallace Lima, Flamel e Victor Lindernberg (Anthony) (Derlan) (Hélder). Técnico: Léo Goaino.

Fast Clube: Alencar, Bernardo, Bernardo Benjamim, Alison, Ítalo (Tiago Spice), Dênis Pedra, Márcio Passos (Régis), Marco Goiano (Dija Baiano), Mateus Oliveira (Tiago), Janeudo (Charles) e Ronan. Técnico: Lecheva.

 

Outras postagens...

Na estreia no BR feminino A3 em casa, técnica do Rio Negro-RR pega o Tarumã-AM e só pensa na vitória: “Nossa obrigação é vencer”

Paulo Rogério

Pelo Campeonato Amazonense, Nacional e Manaus empatam sem gols em jogo movimentado

Paulo Rogério

Na estreia pela Série D, Nacional-AM vence Humaitá-AC por 3 a 1, na Colina

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...