SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Com passagem pelo Paraná, zagueiro do Nacional acredita em vitória na estreia na Copa SP

Foto: João Normando

Faltando pouco mais de duas semanas para a estreia na 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Nacional trabalha firme para enfrentar o Paraná Clube, no dia 3 de janeiro, às 18h15 (19h15 de Brasília), no Estádio Benito Agnello Castelani. A garotada do Leão da Vila Municipal está no grupo 06, junto também com Velo Clube e Red Bull Brasil, ambos de São Paulo.

Focado para vencer a forte equipe paranaense, o Naça conta com zagueiro Cleberson, 19 anos, que ficou por um curto período de teste no Paraná. Segundo o jogador, revelado no Real Manaus, mas com experiência pelo Fast Clube numa Copa do Brasil sub-17 e Holanda na Copinha deste ano, disse que o time tem condições de sair com um bom resultado.

– Se vencermos o Paraná Clube na estreia, que é um time tradicional, será um fator que vai motivar muito nossa equipe. Isso vai fazer com que a gente tenha mais vontade e sede de ganhar o próximo jogo – concluiu ao Sports Manaus, mas afirmou que ficou pouco tempo no clube.

– Fui em agosto para Coritiba tentar um teste no Paraná Clube e fiquei um mês no clube fazendo teste. Mas por conta da idade e ter chegado no fim do campeonato não teve como treinador me aproveitar na equipe, por isso, não deu certo por lá – justificou Cleberson.

Segundo o zagueiro, o curto período que ficou no time paranaense não foi suficiente para saber mais sobre o adversário na estreia da Copa SP. Para ele, o que for possível ajudar o Nacional em informações sobre o Paraná será importante para vencer na abertura da competição.

– Nesse um mês que passei no Paraná Clube, não deu para pegar muita coisa, não deu para observar jogadores e nem o estilo de jogo do treinador. Tem alguns jogadores que pude observar e saber o estilo de jogo deles bem pouco, mas deu para saber um pouco. Acredito que isso pode ajudar um pouco nossos treinos da Copinha – disse, mas apesar das dificuldades, acredita na classificação.

– As nossas chances de classificação é grande, pelo potencial, empenho, vontade e união da equipe. Acho que vamos conseguir nosso objetivo. Caímos num grupo forte, com Velo Clube, um dos times tradicionais da cidade onde vamos ficar e tem o Red Bull Brasil, vice-campeão paulista sub-20, além do Paraná Clube, um grande time do Brasileiro da Série B com uma base muito forte – explicou.

Outras postagens...

How Good Interior Design Helps Elevate The Hotel Experience

Paulo Rogério

Why Hasn’t A Woman Run The New York Times Styles Section

Paulo Rogério

Artilheiro nato, Jerinha é a referência do Rio Negro no Amazonense da Série B

Paulo Rogério

1 comment

14 dezembro 17, 2019 at 3:22 am

Nacional vai com tudo.

Reply

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol